Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2006 > Lançamento do Projeto Salitre em Juazeiro (BA)
conteúdo

Notícias

Lançamento do Projeto Salitre em Juazeiro (BA)

O presidente da Codevasf, Orlando Cezar da Costa Castro, lança o Projeto Salitre hoje (30), às 11h, na Superintendência Regional da Companhia em Juazeiro (BA). Participam do evento os diretores da Área de Desenvolvimento Integrado e Infraestrutura, Clementino Souza Coelho, e da Área de Gestão de Empreendimentos de Irrigação, Raimundo Deusdará Filho, e a superintendente da regional da Codevasf em Juazeiro, Ana Angélica Almeida Lima.
publicado: 30/03/2009 11h27, última modificação: 20/06/2018 17h03

O presidente da Codevasf, Orlando Cezar da Costa Castro, lança o Projeto Salitre hoje (30), às 11h,  na Superintendência Regional da Companhia em Juazeiro (BA). Participam do evento os diretores da Área de Desenvolvimento Integrado e Infraestrutura, Clementino Souza Coelho, e da Área de Gestão de Empreendimentos de Irrigação, Raimundo Deusdará Filho, e a superintendente regional da Codevasf em Juazeiro, Ana Angélica Almeida Lima.

O Projeto Salitre é a maior obra de infraestrutura em execução em Juazeiro. Ele destinará, em sua primeira etapa, 255 pequenos lotes (de 6,6 hectares cada) para agricultores familiares; 18 lotes para médias empresas e 3 para grandes. Os editais para seleção dos irrigantes – agricultores familiares e empresas – que vão ocupar os 5.099 hectares da primeira etapa do Projeto Salitre foram lançados no último dia 27 de março.

Os agricultores familiares terão tratamento diferenciado das empresas. Enquanto os médios e grandes irrigantes receberão o terreno apenas com os pontos de irrigação e energia, cada lote dos pequenos agricultores terá ponto de água pressurizada, postes de energia elétrica, além de financiamento para a compra do kit de irrigação com o sistema apropriado para o cultivo desejado.

A implantação do Projeto Salitre conta com investimentos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) da ordem de R$ 251,5 milhões, a serem utilizados no período de 2007 a 2010. No biênio 2007/2008, os investimentos foram da ordem de R$ 119 milhões. Para o ano de 2009, os recursos serão de R$ 48 milhões.