Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2006 > Lançamento do Programa PAIS em Teresina
conteúdo

Notícias

Lançamento do Programa PAIS em Teresina

O Ministério da Integração Nacional, por intermédio da Codevasf, e o Sebrae Nacional firmaram parceria para implantação da tecnologia social denominada Produção Agroecológica Integrada Sustentável-PAIS em seis municípios piauienses. A meta é construir sessenta unidades até o mês de julho deste ano, contemplando igual número de famílias
publicado: 16/03/2009 10h43, última modificação: 20/06/2018 17h03

O Ministério da Integração Nacional, por intermédio da Codevasf, e o Sebrae Nacional firmaram parceria para implantação da tecnologia social denominada Produção Agroecológica Integrada Sustentável-PAIS em seis municípios piauienses. A meta é construir sessenta unidades até  julho deste ano, contemplando igual número de famílias. A iniciativa busca incentivar a atuação de forma associativa e cooperativa de famílias de agricultores conduzidos com assistência técnica continuada, na expectativa de gerar alternativas de ocupação e de renda aos beneficiários desse projeto.

A solenidade aconteceu no dia 07 de março, no bairro Pedra Mole, zona rural de Teresina (PI). O evento teve início no campo agrícola onde foi construída a unidade produtiva, executada em apenas três dias pelos treinandos das instituições gestoras responsáveis pelo projeto, entre elas  Codevasf, Sebrae e o governo do Estado do Piauí, com apoio da Prefeitura Municipal de Teresina. Em seguida, os participantes se deslocaram para a Escola Municipal Mário Faustino, onde foi realizada uma palestra sobre o PAIS, ministrada pelo engenheiro agrônomo Aly Ndiaye e pelo ator e produtor rural Marcos Palmeira.

A unidade, desenvolvida a partir de uma experiência piloto do engenheiro agrônomo Aly Ndiaye, hoje sócio do ator e produtor rural Marcos Palmeira, constitui-se de uma área aproximada de meio hectare, disposta em um sistema que integra uma horta circular, um galinheiro central, irrigação por gotejamento e uma parte denominada quintal agroecológico. Em pleno funcionamento, a família beneficiada tem acesso às hortaliças, ovos e galinhas de acordo com um cronograma de produção e consumo que privilegia a qualidade nutricional, agricultura orgânica e sustentabilidade econômica.