Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2006 > Italianos realizam diagnóstico sobre fruticultura orgânica
conteúdo

Notícias

Italianos realizam diagnóstico sobre fruticultura orgânica

Desde o dia 29 de novembro, três representantes da PROBER - Associação de Produtores Orgânicos e Biodinâmicos da Itália estão na cidade de Petrolina (PE), para elaborar um diagnóstico sobre a situação atual e a viabilidade da produção de orgânicos no Vale do São Francisco. Os italianos ficam na região até o dia 6 de dezembro.
publicado: 03/12/2008 14h36, última modificação: 20/06/2018 17h03
Desde o dia 29 de novembro, três representantes da PROBER - Associação de Produtores Orgânicos e Biodinâmicos da Itália estão na cidade de Petrolina (PE), para elaborar um diagnóstico sobre a situação atual e a viabilidade da produção de orgânicos no Vale do São Francisco. Os italianos ficam na região até o dia 6 de dezembro.

O diagnóstico inclui também o mapeamento das cidades de Santa Maria da Boa Vista e Orocó, em Pernambuco, onde estão localizados os Perímetros Irrigados Fulgêncio e Brígida, respectivamente.

O levantamento faz parte das atividades do projeto “O uso sustentável da biodiversidade como diferencial na estratégia de internacionalização das micro e pequenas empresas”, lançado no mês de outubro deste ano, em Petrolina, pela Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe), por meio do Centro Internacional de Negócios (CIN), em parceria com a Superintendência Regional da Codevasf em Petrolina.

O projeto será operacionalizado em 15 meses e tem o objetivo de diversificar a produção local com o aumento da produção da agricultura orgânica, além de criar um padrão de qualidade para os produtos exportados da região e capacitar universidades e entidades técnicas e tecnológicas locais para difundir o conhecimento e prestar assistência técnica após o término das atividades.

Para isso, estão sendo desenvolvidas diversas atividades, entre elas, o diagnóstico da fruticultura orgânica realizado com o objetivo de mapear os produtos e produtores/exportadores, fazendo a descrição da realidade agrícola local e observando aspectos como logística, certificações, adequação à legislação para os orgânicos, além de financiamentos para as empresas agrícolas.

Em outubro deste ano, também foi realizado o diagnóstico sobre a adaptação da Aloe Vera (babosa) em Petrolina, Santa Maria da Boa Vista e Orocó. Os resultados dos dois diagnósticos estão previstos para serem divulgados em março de 2009.

Serviço: Informações sobre o projeto “O uso sustentável da biodiversidade como diferencial na estratégia de internacionalização das micro e pequenas empresas” no site: www.cin-pe.org.br/producaoorganica