Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2006 > Codevasf promove palestra sobre Programa Florestal no Piauí
conteúdo

Notícias

Codevasf promove palestra sobre Programa Florestal no Piauí

Foi realizada, no início da semana, na Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado do Piauí, uma palestra com o engenheiro florestal Dartagnan Gorniski, consultor do Programa de Desenvolvimento Florestal – PDFlor, em execução pela Codevasf e pelo Governo do Estado do Piauí. O evento tratou da motivação que desencandeou a implantação do programa, o qual foi baseado no modelo de empresa âncora e possibilitou investimentos privados e expectativas para a geração de emprego em grande escala.
publicado: 05/02/2010 16h34, última modificação: 20/06/2018 17h06

Foi realizada, no início da semana, na Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado do Piauí, uma palestra com o engenheiro florestal Dartagnan Gorniski, consultor do Programa de Desenvolvimento Florestal – PDFlor, em execução pela Codevasf e pelo Governo do Estado do Piauí. O evento tratou da motivação que desencandeou a implantação do programa, o qual foi baseado no modelo de empresa âncora e possibilitou investimentos privados e expectativas de geração de emprego.

O palestrante apontou as áreas aptas à atividade florestal e à implantação de campos demonstrativos e aspectos silviculturais, com os resultados alcançados a partir desses plantios. Explanou ainda sobre a metodologia de atração de investidores que resultou na instalação da indústria Suzano de Papel e Celulose, já em fase avançada do projeto.

Na ocasião, também foi tratado sobre o apoio e as condições de financiamento disponibilizadas pelos agentes financeiros. Como novos desafios, foram citadas a inserção na atividade florestal para pequenos investidores e a formação de uma base de prestadores de serviços no estado, prevenindo contra o risco de falta de mão-de-obra especializada.

Dartagnan Gorniski esclareceu pontos relacionados à produtividade esperada e verificada nos plantios experimentais acompanhados pela Codevasf desde 2007. Hoje o crescimento é em torno de 35 m³/ha por ano, um resultado dentro das expectativas.

Outro ponto abordado durante a palestra foi a abertura de frentes de serviços, tendo em vista que parte das operações é mecanizada e muito se discute sobre o tema. O consultor então esclareceu que a parcela mais significativa de empregos está no campo, na produção de mudas e nas operações de plantio. Explicou também que as demais fases do processo requerem necessariamente uma maior mecanização, muitas vezes por questões de segurança dos empregados.

Como conclusão do evento foi apresentado o cronograma dos cursos que acontecerão nos próximos meses — como uma das metas do Convênio — que capacitarão cerca de 200 técnicos de diversas instituições ligadas ao Programa de Desenvolvimento Florestal do Estado do Piauí. Alguns temas a serem abordados são produção de mudas, combate a incêndios florestais, manejo das áreas com eucaliptos, entre outros.