Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2006 > Bioma Caatinga
conteúdo

Notícias

Bioma Caatinga

Foi lançado em Juazeiro (BA) o Programa de Inclusão Produtiva da Ovinocaprinocultura no Semiárido da Bahia – Bioma Caatinga.
publicado: 06/11/2009 17h39, última modificação: 20/06/2018 17h05

Foi lançado em Juazeiro (BA) o Programa de Inclusão Produtiva da Ovinocaprinocultura no Semiárido da Bahia – Bioma Caatinga. A solenidade foi realizada no Centro de Cultura João Gilberto e contou com a participação do governador da Bahia, Jaques Wagner, dos prefeitos das cidades de Remanso, Casa Nova, Juazeiro, Curaçá e Uauá, além de produtores rurais e da comunidade local.

O programa Bioma Caatinga é resultado de uma ação conjunta entre vários agentes institucionais das esferas municipal, estadual e federal. O objetivo dessa parceria é promover o desenvolvimento regional sustentável por meio da estruturação das cadeias produtivas da Ovinocaprinocultura de corte e leiteira. Entre as instituições que fazem parte desse grupo estão Embrapa, Banco do Brasil, Sebrae, prefeituras, Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Caixa Econômica Federal, Codevasf, entre outras.

O programa pretende atender grupos de produtores organizados em forma de associações que tenham rebanhos acima de 60 animais. A expectativa até 2013 é de atender cerca de 6 mil produtores com ações como orientação técnica e pesquisa, segurança sanitária, organização e mobilização social, gestão de empreendimentos e desenvolvimento de mercado.

Investimentos

No primeiro ano, a previsão é de investimentos da ordem de R$ 7,5 milhões pelo Fundo Social BNDES para projetos coletivos de estruturação. Para custeio de agentes de desenvolvimento rural sustentável e remuneração parcial de trabalho deverão ser investidos cerca de R$ 700 mil pela Fundação Banco do Brasil. Aproximadamente R$ 400 mil serão aplicados pelo Sebrae para remuneração parcial de trabalhos, capacitação dos beneficiários e pagamento de consultores.