Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2006 > Aterro sanitário em Janaúba (MG)
conteúdo

Notícias

Aterro sanitário em Janaúba (MG)

O superintendente da Codevasf em Minas Gerais, Anderson Chaves recebeu, na semana passada, a visita do prefeito de Janaúba (MG), José Benedito Neto, e do vice-prefeito, Valério Dias, para uma reunião de trabalho, onde se discutiu a adequação do projeto do aterro sanitário de Janaúba. Também participaram desse encontro, além do secretário municipal de Educação janaubense, Dinilton Pereira, técnicos da prefeitura daquele município e da Codevasf.
publicado: 12/01/2009 15h25, última modificação: 20/06/2018 17h03

O superintendente da Codevasf em Minas Gerais, Anderson Chaves recebeu, na semana passada,  a visita do prefeito de Janaúba (MG), José Benedito Neto, e do vice-prefeito, Valério Dias, para uma reunião de trabalho, onde se discutiu a adequação do projeto do aterro sanitário de Janaúba. Também participaram desse encontro, além do secretário municipal de Educação janaubense, Dinilton Pereira, técnicos da prefeitura daquele município e da Codevasf.

Na ocasião, foi decidido que a Prefeitura de Janaúba, como contratante, irá convocar o engenheiro autor do projeto inicial desse empreendimento para fazer as adequações necessárias ao projeto.

Com recursos da ordem de R$ 2,6 milhões, oriundos do Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, o convênio firmado entre a Codevasf e a Prefeitura de Janaúba permitirá a implantação de um aterro controlado e aquisição de máquinas e equipamentos para operação desse aterro e da coleta do lixo e, ainda, implantação de um galpão para triagem de material reciclável com os devidos equipamentos e aquisição de lixeiras.

Anderson Chaves acredita que com a conclusão dessa obra estará resolvido um dos maiores problemas ambientais de Janaúba, que é a disposição inadequada dos resíduos sólidos a céu aberto, gerados por uma população de mais de 70 mil pessoas, que produz aproximadamente 166 metros de resíduos cúbicos domiciliares e comerciais na área urbana, bem como a coleta do lixo séptico gerado nos estabelecimentos de saúde desse município. Pelos próximos 26 anos, os municípios de Janaúba, Nova Porteirinha e Verdelândia não precisarão se preocupar com o destino de seus resíduos sólidos. No caso de Nova Porterinha e Verdelândia, caberá a cada um deles definir a viabilidade de usar ou não esse aterro.

Ao final do encontro o prefeito José Benedito entregou ao superintendente Anderson Chaves um documento solicitando o aditamento desse projeto por mais 180 dias, ficando o setor técnico da Companhia de analisar o mais rápido possível a questão com vistas a sua liberação.