Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2006 > Assistência aos produtores do Perímetro Pedra Branca
conteúdo

Notícias

Assistência aos produtores do Perímetro Pedra Branca

A Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) e a Superintendência Regional da Codevasf, em Juazeiro (BA), asseguraram a Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) para os produtores reassentados do Perímetro Irrigado Pedra Branca, localizado entre os municípios de Curaçá e Abaré, na Bahia.
publicado: 03/11/2008 14h27, última modificação: 20/06/2018 17h02

A Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) e a Superintendência Regional da Codevasf, em Juazeiro (BA), asseguraram a Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) para os produtores reassentados do Perímetro Irrigado Pedra Branca, localizado entre os municípios de Curaçá e Abaré, na Bahia. Os serviços de Ater foram reiniciados no mês de outubro e a equipe formada por técnicos agrícolas e engenheiros agrônomos participaram do curso “Engenharia, Manejo e Monitoramento em Sistemas de Irrigação”, no Centro Administrativo do Perímetro Irrigado Pedra Branca.

O objetivo foi capacitar os profissionais da equipe de assistência técnica e extensão rural e da operação e manutenção (O&M) do perímetro, sobre as novidades da tecnologia de irrigação, eficiência de sistemas e manejo dos equipamentos. “É importante que os técnicos estejam atualizados para que esses conhecimentos também sejam levados ao produtor”, disse o coordenador da Ater, Zilton Alves, da Codevasf em Juazeiro (BA), reforçando que essas informações vão ter uma boa resposta no campo. O curso será realizado em dois módulos e a segunda etapa está programada para janeiro de 2009.

O instrutor do curso, o engenheiro agrônomo Urbano Lins, da empresa TSI Irrigação, explica que o foco é apresentar mecanismos que resultem em uma maior produtividade com menor investimento. “Queremos capacitar os técnicos para proporcionar uma maior interação sobre o que existe de novidade em tecnologia de irrigação, a realidade do Perímetro Irrigado e o produtor rural”, explica Urbano, acrescentando que o manejo adequado pode melhorar a produtividade. “Isso é possível quando se capacita as pessoas sobre o uso de forma racional dos recursos hídricos, reduzindo perdas de fertilizantes e energia”, reforça.

“O uso racional da água é uma preocupação mundial e as pessoas não tem dado o valor necessário que ela tem”, destacou o técnico agrícola Edson Barbosa, da Projetec, enfatizando que os produtores, de uma maneira geral, usam os recursos hídricos de forma desordenada, o que acarreta na destruição da estrutura do solo. “Esse curso veio em boa hora, pois teremos condições de orientar o agricultor sobre como irrigar conservando melhor o solo e melhorando sua produção”, explicou Edson.

Para o técnico agrícola Cezar Albanir, da empresa de O&M, o curso serviu para aprimorar seus conhecimentos. “Este momento serve para trocar experiências e aprendermos algo novo, principalmente como evitar o desperdício de água”, enfatiza.

ATER – A Projetec é a empresa contratada pelo Convênio Chesf/Codevasf para realizar os serviços de assistência técnica e extensão rural no Perímetro Irrigado Pedra Branca e focando a sustentabilidade da agricultura, a empresa está realizando um diagnóstico sócio econômico com todos os produtores reassentados. “Já estamos processando as informações para obtermos o espelho das reais necessidades do Perímetro Irrigado e planejar as atividades para o ano de 2009, juntamente com os produtores reassentados”, explica a coordenadora da equipe de Ater, Maria José Freitas, da Projetec. Ela ressalta que o objetivo é prestar um serviço diferenciado, focado no modelo de gestão compartilhada onde todas as instituições envolvidas no Sistema Itaparica participam.