Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2006 > Ações de piscicultura na Bahia
conteúdo

Notícias

Ações de piscicultura na Bahia

Foi realizado o 1o. Encontro de Piscicultores do Território do Velho São Francisco em Barra (BA), onde vem sendo desenvolvido o maior projeto de piscicultura da região
publicado: 14/12/2009 11h18, última modificação: 20/06/2018 17h06

Foi realizado o 1o. Encontro de Piscicultores do Território do Velho São Francisco em Barra (BA), onde vem sendo desenvolvido o maior projeto de piscicultura da região. Resultado da parceria entre Codevasf, Sebrae, Bahia Pesca, Banco do Brasil e Barra Pescados, o evento discutiu, entre outros assuntos, as perspectivas da piscicultura baiana e o programa de piscicultura do Projeto Território da Cidadania – Velho Chico.

Em Xique-xique, também na Bahia, o Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aqüicultura doou 30 mil alevinos de tilápia para o projeto de piscicultura da Cooperativa dos Pequenos piscicultores e Pescadores de Xique-Xique. O projeto, instalado na Lagoa Praia Grande, no mesmo município, e que tem o apoio da Codevasf, Bahia Pesca e prefeitura municipal, atende a 40 famílias e incrementa a política de fortalecimento do cultivo de peixes em cativeiro, explorando o grande potencial aquícola na região.

Segundo o chefe do Centro, Charles Fabian “em 2010, será intensificado o trabalho que está sendo desenvolvido, contribuindo para a ampliação da piscicultura com a formação de novos grupos de piscicultores em toda a região, além das ações ambientais como peixamentos com espécies nativos no São Francisco”.

Formosa do Rio Preto - Em continuidade à formação do Arranjo Produtivo Local de Piscicultura do Oeste Baiano, foi realizado no município de Formosa do Rio Preto (BA), o projeto de incentivo à produção de peixes em cativeiro. O projeto teve como ações iniciais e simultâneas a instalação de Unidade Demonstrativa de Tanques-Rede e o curso de capacitação.

O projeto conta com as parcerias da Codevasf, Bahia Pesca, Empresa Baiana de Desenvolvimetno Agropecuário – EBDA e Prefeitura Municipal de Formosa do Rio Preto.

O chefe do Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aqüicultura de Ceraíma, Flávio Mizael, informa que “desde o início, a estruturação desse APL aumentou muito o interesse regional pela piscicultura, o que culminou com a efetivação de muitas ações, entre elas a realização de fóruns, criação de grupos de discussão, organização dos produtores e, além dos tanques-rede, a ampliação da área de piscicultura em tanques escavados na região.”