Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2005 > Codevasf em simpósio internacional em Maceió
conteúdo

Notícias

Codevasf em simpósio internacional em Maceió

Até o próximo sábado (01/10), Maceió (AL) está sediando o Simpósio Jardim Planetário 05 – Prospectivas das Savanas (Cerrado e Caatinga). A Codevasf participa do evento com stand para divulgação dos projetos desenvolvidos na região, com destaque para fruticultura irrigada, Projeto Amanhã, ações ambientais e piscicultura. Além da exposição, a Empresa participa de mesa- redonda sobre pesquisa de desenvolvimento do semi-árido e o assessor de promoção, marketing e comunicação em Alagoas, Eduardo Jorge Motta, profere palestra sobre a atuação da Companhia. O tema geral do simpósio é a gestão sustentável dos ecossistemas.
publicado: 28/09/2005 15h15, última modificação: 20/06/2018 16h57

Até o próximo sábado (01/10), Maceió (AL) está sediando o Simpósio Jardim Planetário 05 – Prospectivas das Savanas (Cerrado e Caatinga). A Codevasf participa do evento com stand para divulgação dos projetos desenvolvidos na região, com destaque para fruticultura irrigada, Projeto Amanhã, ações ambientais e piscicultura. Além da exposição, a Empresa participa de mesa- redonda sobre pesquisa de desenvolvimento do semi-árido e o assessor de promoção, marketing e comunicação em Alagoas, Eduardo Jorge Motta, profere palestra sobre a atuação da Companhia. O tema geral do simpósio é a gestão sustentável dos ecossistemas.

O simpósio está consagrado no futuro das savanas em nível mundial e, em particular, nas brasileiras (cerrados e caatinga). O evento tem o objetivo de estudar as melhores condições de gestão das zonas de savanas tropicais. Cerca de 300 técnicos de vários países estão examinando os impactos ecológicos, sociais e econômicos, associados ao desenvolvimento dessas regiões, a partir de três objetivos básicos: o desenvolvimento sustentável, o interesse econômico e a equidade social.

Na palestra sobre a atuação da Codevasf, o assessor Eduardo Jorge ressaltou a intensa degradação ambiental que vem ocorrendo nos biomas do cerrado e do semi-árido e, consequentemente, da importância do Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Baixo São Francisco, implementados pelos ministérios do Meio Ambiente e da Integração Nacional. O tema despertou grande interesse do público presente, além de permitir que técnicos do Brasil e de vários países passassem a conhecer as ações da Codevasf em prol do desenvolvimento sustentável onde atua, em particular, no cerrado e semi-árido brasileiro.

O simpósio faz parte dos debates organizados para este século, propondo a deliberação entre profissionais do mundo inteiro, a partir de experiências bem sucedidas, proporcionando conhecimentos técnicos e econômicos para o desenvolvimento global sustentável. O primeiro simpósio aconteceu na França, em março de 1999, e considerou, a partir de um amplo debate com pesquisadores de todo o mundo, as perspectivas do nosso planeta a longo prazo.