Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2005 > Tecnologia de produção de alevinos
conteúdo

Notícias

Tecnologia de produção de alevinos

Termina amanhã (04), o curso de Reciclagem sobre Arranjos Produtivos Locais e Tecnologia de Produção de Alevinos realizado pela Codevasf – Sergipe, na Estação de Piscicultura Betume, município de Neópolis (SE). O curso, ministrado pela engenheira de pesca Cecília Nunes, tem como público 21 funcionários da Estação de Piscicultura. O objetivo da iniciativa é fortalecer o espírito de equipe, reciclar conhecimentos e traçar metas e diretrizes para o segundo semestre. Além disso, a capacitação está sendo realizada para atender demandas por alevinos programadas no âmbito do Projeto Peixamento em Mananciais Aquáticos na Bacia do São Francisco Sergipano (Projeto Peixe na Bacia).
publicado: 04/08/2005 16h15, última modificação: 20/06/2018 16h57

Termina amanhã (04), o curso de Reciclagem sobre Arranjos Produtivos Locais e Tecnologia de Produção de Alevinos realizado pela Codevasf – Sergipe, na Estação de Piscicultura Betume, município de Neópolis (SE). O curso, ministrado pela engenheira de pesca Cecília Nunes, tem como público 21 funcionários da Estação de Piscicultura. O objetivo da iniciativa é fortalecer o espírito de equipe, reciclar conhecimentos e traçar metas e diretrizes para o segundo semestre. Além disso, a capacitação está sendo realizada para atender demandas por alevinos programadas no âmbito do Projeto Peixamento em Mananciais Aquáticos na Bacia do São Francisco Sergipano (Projeto Peixe na Bacia).

O Projeto tem por objetivo repovoar, aumentar a produção de pescado e beneficiar os produtores do Baixo São Francisco, através do lançamento de alevinos em peixamentos em mananciais aquáticos dos municípios que compõem a bacia do São Francisco, seja na própria calha do rio, em aguadas, assentamentos, lagoas marginais, barragens e riachos, visando a recuperação da ictiofauna, redução do caramujo hospedeiro e transmissor da esquistossomose e o aumento da oferta de pescado, após identificação dos reservatórios ou mananciais com potencial para piscicultura, a oferta de alevinos e a capacitação em extensão piscícola.

O superintendente regional da Codevasf, Paulo Viana, informa que a intenção da empresa com o projeto é fomentar a produção do pescado na região, mas que para isto as prefeituras devem garantir a eficácia da ação, por meio do acompanhamento, controle e da assistência técnica aos produtores. Em março último, a empresa realizou capacitação para 21 técnicos de 14 municípios da região, com a expectativa de que os conhecimentos repassados no curso venham a ser multiplicados nos municípios.

A Codevasf, adotando a bacia hidrográfica como unidade de planejamento, pretende, ainda, com o Projeto Peixe na Bacia popularizar o conhecimento sobre o que vem a ser a bacia hidrográfica, dada a importância da compreensão deste conceito para a desejada conservação ambiental no contexto da revitalização do São Francisco.