Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2004 > ANA MOSTRA ATLAS DE ÁGUAS NO SEMI-ÁRIDO
conteúdo

Notícias

ANA MOSTRA ATLAS DE ÁGUAS NO SEMI-ÁRIDO

publicado: 06/08/2004 11h25, última modificação: 17/08/2006 16h02

MEIO NORTE-13/08/04

Superintendentes da Agência Nacional de Águas (ANA) apresentaram ontem, no auditório da Secretaria Estadual do Meio Ambiente, o novo Atlas de Obras Prioritárias para a Região Semi-árida. Participaram da reunião os técnicos da Semar e de diversos órgãos, estadual e federal do Piauí.

O Atlas é uma proposta de estudo para um programa de desenvolvimento sustentável de Recursos Hídricos para o semi-árido brasileiro e visa realizar um diagnóstico da oferta de água bruta em municípios com mais de 5 mil habitantes.

O documento faz também um diagnóstico da situação hídrica específica em cada Estado da região Nordeste do Brasil e municípios localizados em Minas Gerais e integrantes das bacias dos rios São Francisco, Pardo Mucuri e Jequitinhonha. Serão estudados todos os municípios que possuem população superior a 5 mil habitantes, assim como os pólos econômicos e turísticos de interesse.

Segundo o secretário de Meio Ambiente, Dalton Macambira, o Atlas vai encontrar alternativas técnicas para atender as atuais e futuras demandas de água das populações analisadas. O projeto específico para o Estado do Piauí analisou na primeira etapa 169 municípios, todos com população inferior a 5.000 habitantes, que representam 77,8% dos 221 municípios do Estado, sendo que todos estes possuem uma reduzida infra-estrutura hídrica.

Vale ressaltar que, num primeiro momento, a ANA não tinha projeto para atender municípios com menos de 5 mil habitantes. O Governo do Piauí, através da Semar, fez a proposta, que de imediato foi aceita. Portanto, no Brasil, o Piauí é o único Estado que conta com este diagnóstico elaborado por técnicos da Semar, ANA e representantes de órgãos como Agespisa e CPRM.