Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2021 > Codevasf realizará ações de infraestrutura urbana em Sapeaçu, no Recôncavo baiano
conteúdo

Notícias

Codevasf realizará ações de infraestrutura urbana em Sapeaçu, no Recôncavo baiano

publicado: 23/09/2021 14h57, última modificação: 08/10/2021 16h26

Por meio da Codevasf, o Governo Federal empreenderá ações de infraestrutura urbana no município de Sapeaçu, no Recôncavo baiano. Inserido recentemente na área de atuação da 6ª Superintendência Regional da Codevasf, situada em Juazeiro (BA), o município de Sapeaçu está localizado a cerca de 150 quilômetros de Salvador.

 Codevasf realizará ações de infraestrutura urbana em Sapeaçu.jpgA Companhia empregará R$ 1,5 milhão em serviços de recapeamento asfáltico de ruas e avenidas com revestimento em Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ). Os recursos têm origem em emenda parlamentar ao Orçamento Geral da União.

Cerca de 36 mil metros quadrados de vias públicas serão revestidos. O objetivo das intervenções é melhorar a trafegabilidade das vias e facilitar o deslocamento de pessoas e a circulação de mercadorias.

“Além dos benefícios que o recapeamento vai trazer para toda a comunidade, o revestimento dessas vias vai melhorar a qualidade de vida de quem mora em Sapeaçu, e isso será sentido no dia a dia de todos. O município vai ganhar uma nova realidade visual, valorizando ainda mais a estrutura física dessa cidade centenária”, avalia o superintendente regional da Codevasf em Juazeiro, Anselmo Bispo.

Nos últimos seis meses foram emitidas ordens de serviço para ações em diversos municípios recentemente inseridos na área de atuação da 6ª Superintendência Regional da Codevasf. Mais de R$ 50 milhões estão sendo empregados em serviços de recapeamento asfáltico de vias urbanas, revestimento com blocos intertravados e encascalhamento de estradas vicinais.

Os benefícios alcançam os municípios de Sapeaçu, Caldeirão Grande, São José do Jacuípe, Ponto Novo, Itiúba, Antônio Gonçalves, Pindobaçu, Teofilândia, Fátima, Nova Soure, Adustina, Santa Bárbara e a comunidade de Pinto, no interior de Crisópolis. Além de fortalecer a infraestrutura dos municípios, as ações geram emprego e renda associados à execução das obras e dinamizam o comércio local e o setor de serviços.