Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2020 > Codevasf realiza peixamento em Amparo de São Francisco (SE)
conteúdo

Notícias

Codevasf realiza peixamento em Amparo de São Francisco (SE)

publicado: 26/11/2020 14h37, última modificação: 26/11/2020 14h37

PeixamentoA Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) realizou um peixamento na Lagoa dos Campinhos, em Amparo de São Francisco. Nessa quarta-feira (25), foram inseridos 15 mil alevinos e juvenis de curimatã, espécie nativa do rio São Francisco. A ação de repovoamento deve contribuir com o período de defeso na bacia hidrográfica.

Os peixes foram produzidos no Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Betume (CIB), unidade mantida pela Codevasf na zona rural de Neópolis. A iniciativa teve a parceria do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf). Além do peixamento, houve também a doação, por parte da Chesf, de mudas de árvores nativas para reflorestamento.

O superintendente regional da Codevasf em Sergipe, César Mandarino, participou da ação e disse que o trabalho em conjunto com o município e demais órgãos públicos produz resultados positivos. "Temos várias ações executadas em Amparo de São Francisco, inclusive já realizamos outros peixamentos na Lagoa dos Campinhos. É uma ação que garante alimento à comunidade. Agradecemos a parceria. A Codevasf está sempre de prontidão para servir à população", afirmou.

A Lagoa dos Campinhos está localizada em uma área quilombola e possui ligação com o rio São Francisco por meio de uma eclusa. Devido a essas características, a lagoa funciona como um berçário natural para a reprodução de peixes e, portanto, possui grande importância para a preservação da fauna pesqueira na região. O plantio de mudas, por sua vez, deve contribuir para a recomposição de matas ciliares na localidade.

Participaram da ação ambiental o prefeito de Amparo de São Francisco, Franklin Freire, o vice-prefeito Adjalmir Silveira, vereadores municipais, representantes do Ibama e da Chesf, técnicos da Codevasf, líderes comunitários e moradores da comunidade.