Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2019 > Parceria entre a Codevasf e o Senar irá levar Assistência Técnica e Gerencial a produtores do semiárido baiano
conteúdo

Notícias

Parceria entre a Codevasf e o Senar irá levar Assistência Técnica e Gerencial a produtores do semiárido baiano

publicado: 27/12/2019 12h18, última modificação: 27/12/2019 12h21

Produtores dos Projetos Públicos de Irrigação Estreito e Ceraíma, localizados na área de abrangência da 2ª Superintendência Regional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) em Bom Jesus da Lapa, no semiárido baiano, serão beneficiados com Assistência Técnica e Gerencial por meio de parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). O objetivo é contribuir para capacitação dos produtores sobre a adoção da gestão econômico-financeira e do uso eficiente dos recursos de solo e água nas propriedades rurais. A previsão é que os trabalhos sejam iniciados em janeiro de 2020. O investimento é da ordem de R$ 3 milhões, disponibilizados pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (FAEB). 

ATEGO projeto terá duração de dois anos e meio, com apoio da Codevasf e do Sindicato dos Produtores Rurais de Guanambi. Serão contemplados 300 produtores nos primeiros quinze meses e mais 375 nos quinze meses restantes, perfazendo um total de 675 beneficiados. Eles participarão do Programa Negócio Certo Rural. Com ferramentas simples de gestão, eles irão aprender a desenvolver e melhor administrar a pequena propriedade rural. 

Além da capacitação, os produtores receberão a Assistência Técnica e Gerencial e cursos de Formação Profissional Rural, ações complementares no processo de atendimento às demandas dos produtores rurais. 

O engenheiro agrônomo Hudson Faria, chefe do Escritório de Apoio Técnico da Codevasf em Guanambi, explica que a Assistência Técnica e Gerencial será oferecida gratuitamente ao produtor, que receberá visitas de um técnico de campo (agrônomos e técnicos em agropecuária). “O trabalho irá focar em aspectos produtivos da atividade e em questões gerenciais e administrativas da propriedade, num modelo desenvolvido pelo Senar. Durante os encontros será feito levantamento de dados junto aos produtores e, a partir disso, a troca de informações técnicas relacionadas à produção e à comercialização dos produtos. Essa assistência auxiliará na organização da produção trazendo, futuramente, maior retorno financeiro”, detalha Faria. 

Serão também desenvolvidas consultoria máster para a cadeia produtiva da fruticultura; ações de fomento à organização dos produtores; promoção de missões técnicas para a cadeia produtiva das frutas visando demonstrar a aplicação prática de tecnologias implantadas; realização de dias de campo e atividades de extensão rural social, entre outras ações. 

Projetos Ceraíma e Estreito

Os Projetos Públicos de Irrigação Ceraíma e Estreito estão localizados no Médio São Francisco. Ceraíma situa-se em Guanambi. O projeto conta com área irrigável de 408 ha e área ocupada de 408 ha (lotes familiares). As principais culturas exploradas no local são a goiaba, a manga, a acerola e o mamão. 

Já o Projeto Público de Irrigação Estreito está localizado nos municípios de Urandi e Sebastião Laranjeiras. O local conta com uma área irrigável de 7.973 ha, com uma área ocupada de 2.768 ha (lotes familiares). Há predominância da exploração da banana, seguida da manga e das culturas temporárias, mandioca e feijão.

FOTO: Clara Produções