Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2019 > Montes Claros (MG) sedia 16º Seminário de Apicultura do Norte de Minas na quinta-feira (10)
conteúdo

Notícias

Montes Claros (MG) sedia 16º Seminário de Apicultura do Norte de Minas na quinta-feira (10)

publicado: 09/10/2019 10h52, última modificação: 11/10/2019 16h31

Montes Claros (MG) recebe na próxima quinta-feira (10) o 16º Seminário de Apicultura do Norte de Minas, uma realização da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). O encontro promoverá diálogo sobre questões relacionadas à sustentabilidade e aos avanços da cadeia produtiva da atividade apícola no Norte de Minas Gerais. A programação inclui palestras e mesas redondas que abordarão temas como saúde do apicultor e das abelhas. Haverá ainda análise de resultados alcançados com o serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater). 

Apicultura Minas GeraisNo período da manhã, as atividades terão início com a palestra “Ocorrências de Envenenamento de Abelhas”, ministrada pela professora Generosa Ribeiro, da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb). Em seguida, o consultor Carlos Gurgel fará exposição sobre segurança do trabalho na apicultura. Ainda no período da manhã serão apresentados os resultados de pesquisa apícola realizada no Norte de Minas por professores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes). 

No período da tarde, haverá mesa redonda que debaterá as experiências da Ater na Apicultura da região norte mineira. O consultor Robson Raad abordará os riscos à apicultura do Norte de Minas. O encerrando do seminário ocorrerá com palestra que abordará medidas para se evitar perda de enxames no Semiárido, do professor Laurielson Chaves Alencar, da Universidade Federal do Piauí (UFPI). 

Para o superintendente regional da Codevasf em Minas Gerais, Fernando Britto, a apicultura é uma das atividades mais exitosas dentro do programa de Arranjo Produtivo Local (APL) que a Companhia desenvolve em território mineiro. “Com investimentos de pouco mais de R$ 6 milhões, a cadeia produtiva apícola do Norte de Minas conseguiu se tornar uma atividade que representa significativa fonte de renda familiar”, afirma. 

Segundo o superintendente regional, hoje a apicultura envolve em toda a sua cadeia de produção cerca de 1,4 mil famílias de apicultores distribuídas em mais de 25 associações comunitárias. Esses apicultores reunidos produzem aproximadamente mil toneladas de mel por ano, que são comercializadas para os mercados nacional e internacional e resultam em renda de aproximadamente R$ 10 milhões. “São números considerados altamente satisfatórios em razão de serem da agricultura familiar, em uma das regiões que mais sofrem com as longas estiagens, notadamente nos últimos anos”, ressalta Fernando Brito. 

O 16º Seminário de Apicultura do Norte de Minas ocorrerá no espaço de eventos da OAB, no bairro Ibituruna, com início de credenciamento às 07h30 — o término do evento está previsto para as 17h. 

O público-alvo do seminário são apicultores, produtores rurais, fornecedores de equipamentos, estudantes, técnicos, professores, universidades, agentes financeiros e entidades públicas e privadas. As inscrições podem ser realizadas no local do encontro. A Codevasf tem como parceiros na realização desse encontro o Senar, o Sebrae/MG e a Emater/MG, com o apoio de diversas outras empresas e entidades públicas.