Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Projeto Canal Águas do Sertão Baiano é apresentado no semiárido do estado
conteúdo

Notícias

Projeto Canal Águas do Sertão Baiano é apresentado no semiárido do estado

O projeto Canal Águas do Sertão Baiano, da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), foi apresentado pelo presidente da Codevasf, Elmo Vaz, a deputados, prefeitos e vereadores de vários municípios do semiárido baiano, nesta sexta-feira (15), em Senhor do Bonfim, situado no centro-norte do estado, a cerca de 385 quilômetros de Salvador. Também estavam presentes representantes de entidades e associações locais e delegados que fazem parte dos Territórios do Jacuípe, Piemonte da Diamantina e Piemonte Norte do Itapecuru.
publicado: 15/03/2013 15h55, última modificação: 20/06/2018 17h16

O projeto Canal Águas do Sertão Baiano, da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), foi apresentado pelo presidente da Codevasf, Elmo Vaz, a deputados, prefeitos e vereadores de vários municípios do semiárido baiano, nesta sexta-feira (15), em Senhor do Bonfim, situado no centro-norte do estado, a cerca de 385 quilômetros de Salvador. Também estavam presentes representantes de entidades e associações locais e delegados que fazem parte dos Territórios do Jacuípe, Piemonte da Diamantina e Piemonte Norte do Itapecuru.

Ainda em fase de formatação, o objetivo do projeto Canal Águas do Sertão Baiano é captar água do rio São Francisco e levar às bacias hidrográficas dos rios Itapecuru e Jacuípe, prioritariamente, para consumo humano e dessedentação animal numa das regiões que mais sofrem com a estiagem no Nordeste brasileiro. O desenho inicial da Codevasf prevê a tomada d’água do reservatório de Sobradinho para ser conduzida, num percurso de aproximadamente 350 km, até a barragem de São José do Jacuípe. A obra também beneficiará as populações residentes nas bacias hidrográficas dos rios Salitre, Tatauí, Tourão/Poções e Vaza-Barris.

Segundo Elmo Vaz, o governo federal – por meio do Ministério da Integração Nacional e da Codevasf – estima investir até R$ 6 bilhões na obra, que já está incluída no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Em sua exposição, ele destacou sua preocupação com o destino do rio São Francisco, e afirmou que esse projeto vai ter um tratamento especial. "Não podemos acabar com a nossa riqueza maior, o Velho Chico", disse.

Esta foi mais uma da série de apresentações que a Codevasf está realizando para a sociedade sobre o projeto Canal Águas do Sertão Baiano, que já foi exposto ao Ministério Público Estadual da Bahia, ao Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF) e a representantes do governo baiano.

Elmo Vaz solicitou o apoio dos deputados estaduais e prefeitos para a concretização desse projeto. "Hoje a Codevasf é uma instituição do nordeste, e todos devem somar esforços para que esta Companhia possa realizar mais do que já tem feito pelo povo sertanejo", lembrou.

Os estudos de viabilidade do projeto do Canal Águas do Sertão Baiano contem R$ 12 milhões já assegurados no PAC. A expectativa é de que o edital para contratação desses serviços seja publicado até o início de abril. O início da obra está previsto para 2014.

Foto: Divulgação/MI

Ouça a notícia da Rádio Codevasf:

http://www.codevasf.gov.br/principal/promocao-e-divulgacao/central-de-radio/materias-e-entrevistas-2013/16-presidente-da-codevasf-apresenta-canal-aguas-do-sertao-em-senhor-do-bonfim.mp3