Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Perímetro irrigado do Gorutuba será recuperado
conteúdo

Notícias

Perímetro irrigado do Gorutuba será recuperado

Nos próximos dias, a Codevasf inicia os serviços de recuperação e substituição das juntas de dilatação do canal principal do Perímetro Irrigado do Gorutuba, em Minas Gerais, em uma extensão de seis quilômetros.
última modificação: 20/06/2018 17h06


Nos próximos dias, a Codevasf inicia os serviços de recuperação e substituição das juntas de dilatação do canal principal do Perímetro Irrigado do Gorutuba, em Minas Gerais, em uma extensão de seis quilômetros. Um contrato foi assinado com a empresa Pottencial Construções e Engenharia Ltda., no valor de R$645.000,83, com prazo de sete meses para conclusão das obras. O perímetro fica situado no município de Nova Porteirinha e irriga quase cinco mil hectares explorados por médios e pequenos produtores.

Construído na década de 1980, o canal principal do Projeto Gorutuba há tempos não passava por um processo de conservação. O local apresenta visíveis sintomas de desgaste, com abatimento de estruturas e um grande trecho com perfil pouco inclinado, ocasionando escoamento da água em regime lento e com grandes vazamentos. Para os técnicos responsáveis pela fiscalização das obras que serão realizadas, os serviços irão permitir o funcionamento do sistema automático de distribuição de água, o que vai proporcionar uma melhoria operacional e a conseqüente redução do desperdício de água.

Segundo o superintendente regional da Codevasf em Minas Gerais, Anderson de Vasconcelos Chaves, as obras contratadas fazem parte do Programa de Transferência de Gestão dos Perímetros Públicos Irrigados do Vale do São Francisco, instituído pelo Ministério da Integração Nacional, e que vem sendo implementado desde 2005. De acordo com o dirigente, até o final deste ano o programa terá investido nos Perímetros de Jaíba, Pirapora, Lagoa Grande e Gorutuba o montante de R$37.467.190,00. "Com a aplicação desses recursos, todos os perímetros estarão completamente reabilitados e em condições de dar um retorno econômico muito maior, tanto para o governo como para os produtores", afirma Chaves.

De acordo com o cronograma de trabalho do Ministério da Integração Nacional, todos os perímetros públicos irrigados implantados pela Codevasf, em Minas Gerais, deverão estar totalmente emancipados até o final deste ano.