Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Perímetro de Irrigação Bebedouro passa por melhorias
conteúdo

Notícias

Perímetro de Irrigação Bebedouro passa por melhorias

O perímetro de irrigação de Bebedouro está passando por diversas melhorias pontuais neste ano de 2012. A Codevasf tem investido em muitos setores do perímetro, desde pontos como a renovação de parte elétrica até entrega de maquinário a associação e distrito, além de prestação de assistência técnica aos produtores locais.
publicado: 18/05/2012 14h55, última modificação: 20/06/2018 17h12

O perímetro de irrigação de Bebedouro está passando por diversas melhorias pontuais neste ano de 2012. A Codevasf tem investido em muitos setores do perímetro, desde pontos como a renovação de parte elétrica até entrega de maquinário a associação e distrito, além de prestação de assistência técnica aos produtores locais.

Recentemente foram instalados bancos capacitores destinados a quatro estações de bombeamento do perímetro, o que confere a essas estações um aumento na eficiência energética. Os bancos capacitores já vêm com proteção para que, caso haja qualquer alteração na qualidade da energia, disjuntores sejam acionados, impedindo a queima dos bancos, o que lhes conferirá uma maior vida útil. Os investimentos foram de R$ 15 mil.

Ainda quanto à parte operacional das estações de bombeamento, foi adquirido um motor de alto rendimento de 174 cv. É um dos motores mais modernos e seguros que se tem no perímetro. Possui maior isolação e é mais resistente a altas temperaturas. Com a obtenção deste motor, haverá também uma economia no consumo de energia.

Para fortalecer a produção local, a Codevasf forneceu um trator agrícola à associação dos produtores de sementes do perímetro. Além disso, foi adquirida uma retroescavadeira, no valor de R$ 170 mil, e uma roçadeira hidráulica acoplável, com circuito hidráulico independente, operando com duas navalhas retráteis e capa reforçada, adquirida pelo valor de R$ 49 mil. Elas serão destinadas ao distrito de irrigação e será usada para a manutenção do perímetro.

Algumas das ações realizadas no perímetro são periódicas, como a execução dos serviços de avaliação de qualidade dos solos. A Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) pede que Codevasf envie, anualmente, monitoramento do impacto ambiental devido a irrigação, sobretudo a respeito da salinidade. A avaliação deste ano está em processo, quase concluída. Foram destinados cerca de R$ 72 mil para realização das pesquisas.

Foram investidos, ainda, cerca de R$ 980 mil na reabilitação de 68 km de drenos coletores abertos. Esses drenos recebem as águas que saem das propriedades irrigadas. A recuperação ajudará a manter os níveis de produtividade, o controle da salinidade do solo e a evitar prejuízo com possíveis enxurradas na região. Também foram recuperados diversos bueiros e outras obras especiais.