Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Novos investimentos em perímetro irrigado de Minas são anunciados pela Codevasf
conteúdo

Notícias

Novos investimentos em perímetro irrigado de Minas são anunciados pela Codevasf

O perímetro irrigado Gorutuba, em Nova Porteirinha (MG), está prestes a receber melhoramentos que ajudarão a ampliar a produção dos agricultores. O presidente da Codevasf, Elmo Vaz, anunciou nesta sexta-feira (7) o lançamento do edital de licitação para a contratação de obras de recuperação, aperfeiçoamento e substituição de canais do perímetro durante uma visita ao município vizinho de Janaúba. O anúncio ocorreu na Associação dos Bananicultores do Norte de Minas (Abanorte), na presença de produtores da região.
publicado: 07/06/2013 19h11, última modificação: 20/06/2018 17h16

O perímetro irrigado Gorutuba, em Nova Porteirinha (MG), está prestes a receber melhoramentos que ajudarão a ampliar a produção dos agricultores. O presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Elmo Vaz, anunciou nesta sexta-feira (7) o lançamento do edital de licitação para a contratação de obras de recuperação, aperfeiçoamento e substituição de canais do perímetro durante uma visita ao município vizinho de Janaúba. O anúncio ocorreu na Associação dos Bananicultores do Norte de Minas (Abanorte), na presença de produtores da região.

De acordo com Vaz, as obras irão reformar a estrutura do perímetro de irrigação – os sistemas de condução de água, atualmente constituído por canais abertos, serão substituídos por tubulação. Os recursos necessários à execução dos trabalhos estão assegurados pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2).

O presidente da Codevasf disse esperar que o trâmite licitatório seja concluído em 45 dias. “Esperamos voltar aqui em dois meses para, num novo ato, dar a ordem de serviço”, afirmou. “A obra tem impacto ambiental positivo, porque haverá redução do desperdício de água; e também importância econômica, porque a performance dos perímetros será melhorada devido à mudança de tecnologia, e isso gera mais empregos e renda”, acrescentou.

Com a licitação, a Codevasf realizará a substituição de parte do canal principal do perímetro e de toda a rede de canais secundários e acessórios por tubulação pressurizada. Além dessas substituições, será implantado um sistema automatizado de controle e monitoramento de água nas estruturas de canal, e um sistema de medição de consumo de água.

O objetivo do projeto é aumentar a eficiência de condução e distribuição de água, com redução do consumo e possível expansão da área irrigada 4.800 para 7.800 hectares – o que permitiria o surgimento de mais de quatro mil empregos diretos e indiretos. Outros fatores que beneficiarão os usuários da estrutura do perímetro são a redução dos custos da manutenção da infraestrutura de uso comum e a redução dos custos de energia elétrica.

O superintendente da Codevasf em Minas Gerais, Dimas Rodrigues, acredita que com as obras a Codevasf solucionará definitivamente problemas do sistema de distribuição de água do perímetro irrigado Gorutuba. “O perímetro está em operação há mais de trinta anos e atualmente apresenta sinais de desgaste, com vazamentos e abatimento de estruturas que provocam o lento escoamento da água. Dentro de bem pouco tempo isso deixará de ocorrer”, afirmou.

Ao final do encontro, o presidente da Codevasf mencionou várias ações que a Codevasf desenvolve em favor do desenvolvimento socioeconômico do vale do rio São Francisco em Minas Gerais, como a perfuração imediata de 100 poços tubulares e a montagem de equipamentos para funcionamento de outros 150 poços. Como parte da programação, Elmo Vaz visitou a 32º Exposição Agropecuária Regional de Janaúba (Expô Janaúba) e o Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura da Codevasf localizado em Nova Porteirinha.

Perímetros da Codevasf em Minas

Em 2012, o perímetro irrigado de Gorutuba produziu 59,9 mil toneladas de itens agrícolas. O valor bruto da produção foi de R$ 55,7 milhões.

Os perímetros irrigados administrados pela Codevasf em Minas Gerais, juntos, produziram 264.655 toneladas de alimentos em 2012, em área cultivada de 15.983 hectares. O valor bruto da produção (VBP) dos perímetros alcançou R$ 222,8 milhões. Aproximadamente 15,9 mil empregos diretos e 23,9 mil empregos indiretos estão vinculados aos quatro perímetros do estado – Gorutuba, Jaíba, Lagoa Grande e Pirapora.