Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Norte de Minas será beneficiado com 50 barreiros
conteúdo

Notícias

Norte de Minas será beneficiado com 50 barreiros

Mais de dez mil produtores rurais do norte de Minas Gerais serão beneficiados com a construção de 50 barreiros pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). Os investimentos necessários à instalação dos barreiros – R$ 1,2 milhão –, são oriundos do programa Água para Todos, coordenado pelo Ministério da Integração Nacional e executado pela Codevasf em sua área de atuação.
publicado: 29/05/2013 16h07, última modificação: 20/06/2018 17h16

Mais de dez mil produtores rurais do norte de Minas Gerais serão beneficiados com a construção de 50 barreiros pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). Os investimentos necessários à instalação dos barreiros – R$ 1,2 milhão –, são oriundos do programa Água para Todos, coordenado pelo Ministério da Integração Nacional e executado pela Codevasf em sua área de atuação.

O início dos trabalhos deve ocorrer ainda neste semestre. A conclusão está prevista para o primeiro semestre de 2014. Serão atendidas 50 comunidades dos municípios de Bonito de Minas, Japonvar, São Francisco, Lagoa dos Patos, Monte Azul, Gameleira, Mato Verde, Luislândia, Mirabela e Brasília de Minas.

“Essa ação da Codevasf pretende promover uso da água em áreas rurais para consumo animal e produção agrícola, visando o desenvolvimento social e a melhoria de condições de vida de famílias que ainda se encontram em situação de vulnerabilidade social”, explica Francisco Machado, gerente regional de Infraestrutura da Superintendência Regional da Codevasf em Montes Claros (MG).

“São obras dessa natureza, de baixo investimento financeiro, mas de alto valor social, que irão amenizar os graves efeitos das longas estiagens no semiárido mineiro.  É isso que o produtor rural quer e precisa  para se manter no campo com dignidade e boas chances de desenvolvimento”, acrescenta o superintendente regional da Companhia em Montes Claros, Dimas Rodrigues.

O produtor rural Cristovam Ribeiro, que mora na comunidade Boa Vista, no município de São Francisco, aguarda as obras com expectativa. “As chuvas que caem na região são muito mal distribuídas e o pouco que chove não é aproveitado. [Os barreiros] vão trazer grandes benefícios”, diz.

Os barreiros têm capacidade de acumulação média de oito mil metros cúbicos de água. Cada um terá em média 55 metros de diâmetro e 2,5 metros de profundidade.

Fotografia: Divulgação / MI