Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Lago Sobradinho recebe visita da diretoria do Sebrae-BA
conteúdo

Notícias

Lago Sobradinho recebe visita da diretoria do Sebrae-BA

A nova diretoria do Sebrae/Bahia esteve reunida pela primeira vez em Juazeiro - BA para visitar a unidade de piscicultura em tanques-rede, em Sobradinho
publicado: 30/05/2007 08h14, última modificação: 20/06/2018 17h07

A nova diretoria do Sebrae/Bahia esteve reunida pela primeira vez em Juazeiro - BA para visitar a unidade de piscicultura em tanques-rede, em Sobradinho, na localidade de Morro do Cruzeiro, onde estão sendo capacitados os profissionais da Associação de Criadores de Peixes de Sobradinho - Acripeixess. A diretoria do Sebrae foi recebida por diretores e integrantes da referida associação, além do engenheiro de pesca da Codevasf/6ª SR, Francisco Reis, que coordena as atividades desenvolvidas nas unidades de piscicultura.

A superintendência da Codevasf implantou em 2005 e 2006, com a parceria do Ministério da Integração Nacional, duas unidades de piscicultura em tanques-rede, localizadas nos municípios de Sobradinho e Sento Sé. As unidades têm por objetivo a capacitação de pescadores/piscicultores e incentivo ao desenvolvimento e estruturação do Arranjo Produtivo Local – APL de piscicultura no Lago de Sobradinho. A atividade tem potencial de geração de emprego e renda para as comunidades ribeirinhas. Para o desenvolvimento das atividades, a Codevasf conta com a parceria do Sebrae, Prefeituras Municipais de Sobradinho e Sento Sé, Acripeixess e Associação de Pequenos Criadores de Peixes de Sento Sé – ASSOPECP.

A outra unidade de piscicultura em tanques-rede localiza-se em Andorinhas (na lagoa do Sem Sem), no município de Sento Sé. Após a instalação do projeto, foi firmada uma parceria com a Prefeitura de Sento Sé, que construiu a banca de acesso à unidade de capacitação, beneficiando além dos piscicultores, os moradores da localidade que durante as cheias ficavam ilhados, e agora, com a auto-estima recuperada, reformam suas casas.

Participam, atualmente, das atividades das unidades de piscicultura em tanques-rede implantadas pela Codevasf no Lago de Sobradinho, 43 piscicultores. Vale ressaltar que o projeto já emprega e gera renda para diversos moradores e jovens da comunidade local.