Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Experiência com kits de irrigação familiar no Piauí
conteúdo

Notícias

Experiência com kits de irrigação familiar no Piauí

A Codevasf está fomentando uma experiência em parceria com a Escola Agrotécnica do Soinho, localizada na zona rural do município de Teresina (PI). O objetivo é avaliar as diversas aplicações de conjuntos de irrigação para agricultura familiar, os chamados “kits de irrigação”.
publicado: 12/07/2010 10h12, última modificação: 20/06/2018 17h08

A Codevasf está fomentando uma experiência em parceria com a Escola Agrotécnica do Soinho, localizada na zona rural do município de Teresina (PI). O objetivo é avaliar as diversas aplicações de conjuntos de irrigação para agricultura familiar, os chamados “kits de irrigação”. Nos quadros da escola, além de alunos e professores, há agrônomos e técnicos agrícolas com experiência em horticultura e fruticultura, que, juntamente com a Unidade de Apoio a Empreendimentos Sócio-ambientais e o Projeto Amanhã da Superintendência Regional da Codevasf no Piauí, identificaram duas áreas de 500 m2, onde foram instalados dois kits.

Iniciada a prática pelos estudantes que tiveram a oportunidade de montar o sistema, o próximo passo será o plantio das sementes e mudas de hortaliças diversas, observando o desenvolvimento delas e avaliando também a eficiência da irrigação nas condições locais. Outro importante fator que estará sendo verificado é o comportamento das culturas quando comparadas a outros sistemas de irrigação já existentes na escola, tais como a microaspersão e a hidroponia, além de sistemas rudimentares utilizados, a exemplo de um feito com garrafas “pet”.

Na experiência não está sendo aplicada metodologia científica totalmente dentro das normas de experimentação agrícola convencionais, uma vez que a meta principal é familiarizar os estudantes com o sistema. Outra finalidade é buscar capacitá-los no planejamento do projeto, na identificação das peças e equipamentos, na montagem e no funcionamento. Indo mais além, pretende-se possibilitar a difusão dessas alternativas de melhoria da renda das famílias de pequenos agricultores utilizando uma tecnologia de baixo custo, que não exige grandes áreas de produção, demanda pouca água e que, nas culturas de ciclo curto como ocorre na maioria das hortaliças, traz um retorno rápido.