Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Equipamentos doados pela Codevasf beneficiam agricultores familiares do norte da Bahia
conteúdo

Notícias

Equipamentos doados pela Codevasf beneficiam agricultores familiares do norte da Bahia

Agricultores familiares vinculados à Associação Comunitária dos Trabalhadores Rurais de Caraíba, povoado a 14 km da sede do município de Campo Formoso, norte da Bahia, receberam da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) cinco conjuntos de equipamentos e acessórios para trituração de mandioca, palma e ensilagem de forrageiras.
publicado: 13/06/2013 17h28, última modificação: 20/06/2018 17h16

Agricultores familiares vinculados à Associação Comunitária dos Trabalhadores Rurais de Caraíba, povoado a 14 km da sede do município de Campo Formoso, norte da Bahia, receberam da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) cinco conjuntos de equipamentos e acessórios para trituração de mandioca, palma e ensilagem de forrageiras.

O objetivo é mecanizar os métodos de produção dos derivados de mandioca, buscando aperfeiçoar quantitativa e qualitativamente o volume de produção atual, e reforçar a alimentação dos animais numa área fortemente castigada pela estiagem. Os equipamentos irão beneficiar os cerca de dois mil moradores desta comunidade inserida na bacia do rio Itapicuru, onde mais de 70% das famílias vivem do beneficiamento da mandioca.

A entrega do material foi feita pelo superintendente regional da Codevasf em Juazeiro, Emanoel Lima. “A estruturação de arranjos produtivos locais (APL’s) é uma das estratégias usadas para promover o desenvolvimento regional, envolvendo aspectos socioeconômicos, culturais e ambientais”, salientou o superintendente.

A comunidade do povoado de Caraíba se destaca pela intensa dedicação às atividades agropecuárias, entre elas a plantação de mandioca (para produção de farinha, tapioca e beiju), a criação de bovinos, o cultivo de feijão e milho, além da apicultura.

Técnicos da Unidade de Desenvolvimento Territorial da Gerência Regional de Revitalização da Codevasf em Juazeiro estimam que nas 31 casas de farinha espalhadas pelo povoado são produzidos mais de cinco mil pratos de farinha por mês (um prato equivale a 2,5 kg), ou seja, algo em torno de 12,5 toneladas ao mês.

Modernização das técnicas

Segundo os agricultores familiares, mais de 50% das plantações foram atingidas pela recente seca, e houve uma drástica redução na produção. Além disso, as casas de farinha são rústicas e utilizam a força humana, algumas com máquinas improvisadas e consideradas de operação perigosa, oferecendo altos riscos de acidentes que podem atingir mãos e braços dos operadores.

Os equipamentos doados pela Codevasf promovem a modernização das técnicas de produção de farinha, ao substituir as rodas de moagem por trituradores mais modernos, diminuindo os riscos de acidentes. Foram investidos mais de R$ 38 mil, recursos oriundos de incentivos aos APL’s.

Já as máquinas ensiladeiras e forrageiras permitem a adequada trituração dos alimentos volumosos fornecidos na dieta dos pequenos e grandes animais, beneficiando os criadores de bovinos, caprinos e ovinos da comunidade. Os resultados esperados são melhoria de peso, conversão alimentar e maior receita bruta com a venda dos animais.

“Esta ação vai mudar para melhor a situação socioeconômica da região”, aposta o presidente da associação, Jorge Paulo Rocha. Ele representou os cerca de 80 associados da entidade, que agora buscam apoio para uma modernização estrutural das casas de farinha, além de incentivos financeiros e fiscais.

Ouça a notícia da Rádio Codevasf:

http://www.codevasf.gov.br/principal/promocao-e-divulgacao/central-de-radio/materias-e-entrevistas-2013/12-equipamento-doados-pela-codevasf-beneficiam-agricultores-familiares-do-norte-da-bahia.mp3