Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Cooperação Internacional no CERAQUA/SF
conteúdo

Notícias

Cooperação Internacional no CERAQUA/SF

Representantes da Agência Espanhola de Cooperação Internacional visitam a Unidade de Beneficiamento de Pescado de Penedo e a Estação de Piscicultura de Itiúba, em Porto Real do Colégio (AL), onde também será implantado o CERAQUA/SF
publicado: 25/05/2007 11h37, última modificação: 20/06/2018 17h07

Representantes da Agência Espanhola de Cooperação Internacional (AECI) visitaram as instalações da Unidade de Beneficiamento de Pescado de Penedo (UBP) e a Estação de Piscicultura de Itiúba (EPI), em Porto Real do Colégio (AL), onde também está sendo implantado pela Codevasf, em parceria com a Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca da Presidência da República – SEAP/PR, o Centro de Referência em Aqüicultura do São Francisco – CERAQUA/SF. O interesse dos espanhóis na região do Baixo São Francisco está voltado para o intercâmbio técnico na área de aqüicultura.

No encontro, houve manifestações favoráveis às futuras parcerias técnicas entre profissionais brasileiros e espanhóis, com vistas a firmar convênios e consolidar intercâmbios visando à implementação conjunta de pesquisas em aqüicultura por meio de especialistas do CERAQUA/SF e de universidades e centros tecnológicos da Espanha, disponibilizar bolsas de mestrado e de doutorado para pesquisadores do CERAQUA/SF e apoiar a implantação de projetos de maricultura, de produção de tilápia e de espécies nativas da bacia do São Francisco.

Na UBP, os visitantes foram recebidos por técnicos da Codevasf, que explicaram como será o funcionamento da Unidade, prevista para entrar em operação no segundo semestre deste ano, conforme disse o engenheiro de pesca da Companhia, Alexandre Delgado Bonifácio.

Na Estação de Piscicultura de Itiúba os visitantes participaram de uma palestra que mostrou o potencial da região e os projetos desenvolvidos pela Codevasf no vale do São Francisco, com atenção especial ao CERAQUA/SF. A apresentação foi feita pelo coordenador do Centro, o engenheiro de pesca Eduardo Jorge de Oliveira Motta e contou com a participação de professores do curso de engenharia de pesca da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), pesquisadores da Embrapa e representantes do governo do estado de Alagoas.

Segundo o coordenador geral da AECI, Pedro Flores, "a agência funciona há 19 anos, e é um organismo autônomo vinculado ao Ministério de Assuntos Exteriores e de Cooperação da Espanha. Entre os objetivos figuram a promoção e o desenvolvimento humano, social, cultural, institucional, político e econômico dos países nos quais está presente". Um exemplo desse trabalho no Nordeste está na cidade de Cabedelo, na Paraíba, onde está sendo desenvolvido um Centro de Formação em Pesca e Maricultura.

SAIBA MAIS SOBRE O CERAQUA/SF

Com conclusão prevista para dezembro de 2007, contando com recursos financeiros que estão sendo disponibilizados pela SEAP/PR, o CERAQUA/SF encontra-se em fase de implantação. O Centro tem como objetivo disponibilizar serviços aquaculturais nas áreas de qualidade da água, patologia, nutrição, genética, implementação de pesquisa aplicada e capacitação de produtores, estudantes, técnicos e empresários, visando à consolidação do pólo de aqüicultura do Baixo São Francisco, região que apresenta um dos maiores potenciais para o desenvolvimento da aqüicultura no país. Além disso, o CERAQUA/SF é considerado estratégico para o projeto de revitalização da bacia do São Francisco.