Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Codevasf sedia encontro do Território do São Francisco
conteúdo

Notícias

Codevasf sedia encontro do Território do São Francisco

Discutir as políticas rurais de desenvolvimento sustentável produzidas pelos Governos Federal e Estadual foi a meta do encontro do Território Sertão do São Francisco (TSSF), realizado na última sexta-feira (20), no auditório da Superintendência Regional da Codevasf em Juazeiro (BA).
publicado: 23/07/2012 08h49, última modificação: 20/06/2018 17h13

Discutir as políticas rurais de desenvolvimento sustentável produzidas pelos Governos Federal e Estadual foi a meta do encontro do Território Sertão do São Francisco (TSSF), realizado na última sexta-feira (20), no auditório da Superintendência Regional da Codevasf em Juazeiro (BA).

Na oportunidade, o superintendente Emanoel Lima falou sobre a necessidade da união de todos para o crescimento do meio rural, citando os perímetros irrigados. “Os poderes público e privado, em parceira com a sociedade civil organizada, tem de trabalhar em uma única direção, sempre em prol do desenvolvimento crescente do homem do campo”.

O Território do Sertão do São Francisco tem como núcleo diretivo o Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (IRPAA), o Serviço de Assessoria a Organizações Populares Rurais (SASOP), a Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), a Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Estado da Bahia (FETAG), a Cooperativa Agropecuária Familiar de canudos, Uauá e Curaçá (COOPERCUC), a Superintendência Regional da Codevasf em Juazeiro (BA) e a Bahia Pesca.

Ao todo, o TSSF abrange os municípios de Campo Alegre de Lourdes, Canudos, Casa Nova, Curaçá, Juazeiro, Pilão Arcado, Remanso, Sento Sé, Sobradinho e Uauá, onde são desenvolvidos trabalhos em cinco câmaras temáticas: Desenvolvimento sustentável da produção familiar; Democratização do acesso à terra; Valorização da educação e da cultura; Gestão ammbiental e uso racional dos recursos naturais; e, Saúde, Saneamento e Moradia.

As atividades desenvolvidas envolvem diversas áreas, como pesca artesanal e piscicultura; apicultura e caprinovinocultura; regularização fundiária e fortalecimento das comunidades tradicionais; políticas educacionais e contextualização do processo ensino aprendizagem e educação integral e inclusão social das crianças, adolescentes, jovens e adultos no semiárido; abastecimento humano com água potável e proteção da biodiversidade do território; e segurança alimentar, saúde preventiva e Saneamento.

A população total incluída no TSSF é estimada em 520.782 mil habitantes, distribuídos numa área de aproximadamente 61,7 mil km², sendo que 148,1 mil pessoas vivem na área rural, o que corresponde a 28,44% do total de habitantes.

Segundo dados do Sistema de Informações Territoriais, do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) médio é de 0,64. O Território possui 31,7 mil agricultores familiares, 2,3 mil famílias assentadas, incluindo uma comunidade quilombola e uma reserva indígena.