Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Codevasf já capacitou mais de 25 mil jovens por meio do Projeto Amanhã
conteúdo

Notícias

Codevasf já capacitou mais de 25 mil jovens por meio do Projeto Amanhã

A inclusão socioeconômica de jovens da zona rural é também foco das ações da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) na sua área de atuação. Nos estados onde está presente, a empresa realiza capacitações para esse público-alvo em diversas áreas por meio do Projeto Amanhã. O objetivo é a inserção dos jovens no mercado de trabalho, complementando as atividades educativas com participação em cursos, palestras, dias de campo, práticas de empreendedorismo e associativismo para oportunizar o primeiro emprego.
publicado: 07/08/2012 10h50, última modificação: 20/06/2018 17h13

A inclusão socioeconômica de jovens da zona rural é também foco das ações da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) na sua área de atuação. Nos estados onde está presente, a empresa realiza capacitações para esse público-alvo em diversas áreas por meio do Projeto Amanhã. O objetivo é a inserção dos jovens no mercado de trabalho, complementando as atividades educativas com participação em cursos, palestras, dias de campo, práticas de empreendedorismo e associativismo para oportunizar o primeiro emprego.

Desde que foi instituído, em 1993, o Projeto Amanhã já capacitou mais de 25 mil jovens, na faixa etária de 14 a 26 anos, principalmente filhos de pequenos produtores rurais, em cerca de 50 municípios de Alagoas, Bahia, Maranhão, Minas Gerais, Pernambuco, Piauí e Sergipe. A Lei Orçamentária Anual (LOA) tem destinado R$ 1 milhão anualmente para o Projeto Amanhã, e parcerias com organizações como Senai e Senar também têm contribuído para o projeto.

O retorno desses investimentos pode ser medido no alcance social das ações. Além de terem a oportunidade de conseguir emprego ou montar seu próprio negócio, a participação em cursos de qualificação profissional mantém os jovens afastados da marginalidade. Marcelino Ferreira, morador de Porto Real do Colégio (AL), participou dos cursos de Operação e Manutenção de Tratores Agrícolas, Piscicultura e Avicultura oferecidos pelo Projeto Amanhã e hoje deu um novo rumo à sua vida. “Pra mim, o Projeto Amanhã foi um achado. Aqui na cidade, a cada dia as drogas estão chegando mais perto dos jovens. No meu caso, eu poderia ter sido mais uma vítima, mas graças ao projeto minha vida mudou. Hoje, tenho uma granja de galinha caipira. A cada dia que passa minha vida está melhorando”, comemora.

Foco regional

Os cursos oferecidos levam em conta as demandas, as características dos mercados local e regional e os anseios dos jovens. As atividades nas áreas de caprinocultura, ovinocultura, bovinocultura, avicultura, suinocultura, fruticultura, apicultura, entre outros, por estarem inseridas nas atividades finalísticas da Codevasf, são priorizadas visando contribuir para o fortalecimento e estruturação dos Arranjos Produtivos Locais (APLs).

As capacitações abordam as fases de produção, processamento e comercialização, além de informações sobre manutenção e operação de máquinas e implementos agrícolas, implantação e manejo de sistemas de irrigação. E, para aqueles que desejam ser capacitados em áreas não-agrícolas, são ofertados outros cursos também com foco na geração de renda, como corte e costura, cabeleireiro, artesanatos, floricultura, produção de doces e biscoitos, informática básica, desenho gráfico e auxiliar administrativo.

Para que sejam beneficiados por meio do Projeto, os jovens devem procurar a Codevasf em seu estado. “Os cursos são totalmente gratuitos. Para se inscrever, basta o interessado procurar um escritório da Codevasf mais próximo, apresentar seus documentos pessoais e fazer sua inscrição. Caso seja menor de idade, o jovem deve ser acompanhado pelos pais ou responsável. Os jovens também podem solicitar à Codevasf que promova cursos em sua comunidade. Nossa prioridade é atingir principalmente a zona rural nos estados onde a empresa atua”, explica Leila Motta, coordenadora nacional do Projeto Amanhã.

Centros de Capacitação

Em diversas áreas onde atua, a Codevasf mantém Centros de Capacitação destinados à realização dos cursos promovidos pelo Projeto Amanhã, como, por exemplo, em Porto Real do Colégio (AL). No local, são ministrados cursos de ovinocultura, carcinicultura, apicultura, avicultura caipira, produção e processamento de frutas, manutenção de máquinas agrícolas e informática, com capacidade de atendimento a 300 jovens por ano.

Em Itaguaçu da Bahia (BA) está o Centro de Capacitação em Bases Tecnológicas para o Semiárido (Cebatsa). No local, já foram capacitados cerca de três mil jovens e produtores rurais de mais de 25 municípios circunvizinhos. O espaço foi criado para desenvolver tecnologias adaptadas à convivência com o semiárido e a disseminação destas para as pequenas propriedades familiares nessas regiões, sobretudo aquelas voltadas para a ovinocaprinocultura. O local tem capacidade para atender 600 alunos por ano.

Em Minas Gerais, além de cursos da área agrícola, existe o telecentro implantado no Centro de Capacitação em Nova Porteirinha, que oferece cursos de informática, promovendo a inclusão digital e a inserção dos jovens no sistema de comunicação globalizado. Os telecentros estão presentes também em Alagoas, Bahia e Sergipe.

No Centro de Capacitação de Neópolis (SE) o foco tem sido a agroecologia, com uma série de capacitações voltadas para a produção de hortaliças e frutíferas em sistema orgânico, minhocultura para geração de húmus e organização da cadeia produtiva para melhoria na comercialização desses produtos. Até o momento já foram capacitados cerca de 5 mil jovens no estado.

Nos locais onde a Codevasf não estruturou Centros de Capacitação, os cursos são promovidos nas próprias comunidades, como em salões comunitários, sede de associações, de cooperativas, igrejas, dentre outros, por meio de parcerias com instituições públicas e privadas. Este é o caso do Piauí, onde os cursos são realizados nas Escolas Famílias Agrícolas (EFAs).

Parcerias e reconhecimento

Para desenvolver as ações do Projeto Amanhã, a Codevasf conta com diversas parceiras nas esferas dos governos estaduais e municipais, além de organizações privadas, empresas de pesquisa e assistência técnica, organismos internacionais, organização de produtores, distritos de irrigação, associações e cooperativas, escolas técnicas e agrotécnicas, escolas de ensino formal, organizações não-governamentais e outras.

Um dos destaques é a parceria com o Sesi/Senai (Serviço Social de Indústria/Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial). Em Minas Gerais, por meio desse trabalho integrado, mais de 300 jovens do norte do estado já foram capacitados em vários cursos técnicos industriais, como os de elétrica predial e ajustagem mecânica.

E como reconhecimento da importância desse trabalho de capacitação, em 2011 o Projeto Amanhã foi inserido em um programa de desenvolvimento social intitulado “Autonomia e Emancipação para a Juventude”, da Secretaria Nacional da Juventude, ligada à Presidência da República. “Essa iniciativa gerou grandes expectativas para o fortalecimento do projeto e, consequentemente, a possibilidade de aumento do número de jovens apoiados, especialmente, os jovens rurais”, destaca Leila Motta.