Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Codevasf é destaque na Bahia
conteúdo

Notícias

Codevasf é destaque na Bahia

Um projeto desenvolvido pela Codevasf no Perímetro Irrigado de Mandacaru, em Juazeiro (BA), foi destaque do programa Bahia Rural, exibido pela TV Bahia, afiliada da Rede Globo, responsável pela veiculação da programação em todo o estado.
publicado: 20/04/2011 15h57, última modificação: 20/06/2018 17h10

Um projeto desenvolvido pela Codevasf no Perímetro Irrigado de Mandacaru, em Juazeiro (BA), foi destaque do programa Bahia Rural, exibido pela TV Bahia, afiliada da Rede Globo, responsável pela veiculação da programação em todo o estado.

Coordenado na 6ª superintendência regional pelo engenheiro agrônomo Rodrigo Vieira, da Unidade de Estudos de Projetos da Gerência Regional de Desenvolvimento (GRD/UEP), esse projeto tem como objetivo principal trocar o sistema tradicional de irrigação através de sulcos por um sistema mais moderno, com pressurização da água e utilização da microaspersão e do gotejamento.

Segundo Rodrigo Vieira, nos perímetros que fazem a irrigação por sulcos, cerca de 80% da água utilizada é desperdiçada. De cada 100 litros usados para irrigar uma cultura, apenas 20 são aproveitados pela planta. Além disso, o sistema tradicional utiliza o sifão, uma mangueira que o agricultor usa para retirar a água de valetas escavadas no chão, o que provoca a erosão do solo e leva areia pelos canais até o rio, contribuindo para o assoreamento.

O novo sistema, segundo o engenheiro da Codevasf, manteve as características estruturais do perímetro. “A diferença é que colocamos um reservatório de passagem, no qual a água é acumulada. Ela passa pela casa de bomba, onde está o sistema de filtragem e o comando de válvulas de automação, responsáveis pela pressurização da água. Ela ainda passa pelo sistema injetor de fertilizantes, mais um motivo de economia, não só de água, como também de energia e mão de obra”, afirma Rodrigo Vieira.

Ele explica ainda que, com o uso dos sistemas de microaspersão e gotejamento, as plantas recebem água na quantidade necessária, pois um hidrômetro regula a vazão do líquido que chega até os pomares. Isso é feito levando-se em consideração o dia, o clima e o tipo de cultura.