Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Codevasf difunde produção agroecológica de alimentos em Alagoas
conteúdo

Notícias

Codevasf difunde produção agroecológica de alimentos em Alagoas

Agricultura ecológica, integrada e sustentável é uma filosofia de produção de alimentos que a Codevasf está ajudando a difundir em Alagoas. Na última sexta-feira (02), vinte e oito famílias de agricultores do distrito Piau, no município de Piranhas, receberam da Companhia kits para implantação de unidades do projeto Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (PAIS) no semiárido alagoano.
publicado: 08/09/2011 10h59, última modificação: 20/06/2018 17h11

Agricultura ecológica, integrada e sustentável é uma filosofia de produção de alimentos que a Codevasf está ajudando a difundir em Alagoas, contando com recursos do Ministério da Integração Nacional. Na última sexta-feira (02), vinte e oito famílias de agricultores do distrito Piau, no município de Piranhas, receberam da Companhia kits para implantação de unidades do projeto Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (PAIS) no semiárido alagoano. A partir da implantação dessa tecnologia, as famílias sertanejas poderão criar galinhas e cultivar hortaliças e outras culturas no mesmo espaço e de forma integrada.

O agricultor Noé Paulino nasceu, cresceu e fez sua família nas terras do sítio Lages, em Piranhas (AL). Sua família, formada por seis filhos e sua esposa, sempre criou pequenos animais para alimentação própria, como galinhas de angola. “Não dava muito certo, mas sempre tinha algum animal”, declarou. A família do agricultor foi uma das selecionadas para implantação da tecnologia PAIS no sertão alagoano e ele já faz planos para os resultados que pretende colher. “Agora que vamos ter uma horta e muitas qualidades de verduras, quero ver se posso vender alguma coisa na feira. Depois de alimentar a família e os animais, vamos fazer uma renda extra”, afirmou o agricultor que já plantou alface e coentro na unidade PAIS instalada em sua propriedade, além da criação de vinte e nove galinhas e um galo. Ele ainda afirmou que plantará milho e feijão para reforçar a produção.

É justamente essa a filosofia PAIS, segundo o engenheiro agrônomo da Codevasf, Pedro Melo, chefe da Unidade Regional de Meio Ambiente da companhia em Alagoas. Segundo ele, o projeto utiliza técnicas da cultura tradicional e natural, isenta de agrotóxicos e com o aproveitamento integral de recursos. “O que esperamos é que o agricultor dependa minimamente de insumos externos à propriedade rural. O PAIS implanta uma ciclo integrado de produção de alimentos. As galinhas são alimentadas pela horta, que são adubadas pelo esterco das galinhas, animais que alimentam a família de agricultores”, explicou.

O kit das unidades do PAIS é formado por um sistema de irrigação, que deve ser implantado pelo agricultor como contrapartida. Para isso, as vinte e oito famílias beneficiadas com o kit em Piranhas contarão com assistência da Codevasf, do Sebrae/AL, detentor da tecnologia, e da prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, para implantação do projeto. Segundo o secretário de agricultura de Piranhas, Ronaldo Fernandes, todos os kits devem ser instalados até o final deste ano.

Em uma área central da propriedade rural deve ser construído um galinheiro. Ao redor deste, circulando o galinheiro, será implantada uma horta, utilizada para alimentação da família e os restos não utilizados servirão para alimentação dos animais. Na horta, também se pode plantar milho, que servirá de reforço à ração das galinhas.

Presente ao ato de entrega dos kits, a prefeita de Piranhas, Melina Freitas, comemorou a implantação das primeiras unidades PAIS no município. “Mais uma vez somos pioneiros na região. Esses kits irão fortalecer nossa agricultura familiar e criar condições para que possamos adquirir alimentos para a merenda escolar da rede municipal de Piranhas. Daqui sairão alimentos saudáveis e ecológicos, que irão gerar renda para o povo sertanejo”, declarou.

Também participaram da entrega dos kits PAIS, o chefe da Unidade Regional de Meio Ambiente da Codevasf em Alagoas, Pedro Melo, que representou o superintendente regional, Antônio Nélson de Azevedo; a gestora do projeto PAIS no Sebrae/AL, Carolina Ávila; secretários municipais, vereadores, agricultores, técnicos da Codevasf, do Sebrae/AL e da Secretaria de Estado da Agricultura e Desenvolvimento Agrário de Alagoas (Seagri/AL).