Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Artesanato com fibras de bananeira
conteúdo

Notícias

Artesanato com fibras de bananeira

O artesanato com fibras de bananeira está se tornando uma marca no Sistema Itaparica devido à vocação para a técnica e à abundância da matéria prima.
publicado: 02/09/2011 09h53, última modificação: 20/06/2018 17h11

O artesanato com fibras de bananeira está se tornando uma marca no Sistema Itaparica devido à vocação para a técnica e à abundância da matéria prima. No Sertão de Pernambuco, sete jovens do Perímetro Irrigado Barreiras - Bloco 1, localizado em Petrolândia, estão reestruturando o grupo de jovens Criando Artes em Fibras (CAF) e já começaram a produzir.

O desenvolvimento da atividade conta com o apoio da Superintendência Regional da Codevasf, em Petrolina (PE), por meio da Assistência Técnica e Extensão Rural, fornecida pelo convênio firmado entre a Chesf e a Codevasf que, além de acompanhar a estruturação do grupo, viabiliza ações quem visam ampliar a geração de renda das famílias reassentadas.

O grupo ainda está na fase inicial da confecção do artesanato. O objetivo é o de aprender a melhor forma de trabalhar com as fibras e de moldar os objetos básicos para, gradativamente, chegar à fase de produzir os itens mais elaborados e aperfeiçoar a técnica.

No Sistema Itaparica, o artesanato com fibras da bananeira também está presente nos Perímetros Irrigados Pedra Branca, localizado no município de Curaçá e Abaré, na Bahia, e Fulgêncio e Brígida, situados nos municípios de Santa Maria da Boa Vista e Orocó, em Pernambuco.