Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Angolanos conhecem projetos de irrigação
conteúdo

Notícias

Angolanos conhecem projetos de irrigação

Representantes da Sociedade de Desenvolvimento dos Perímetros Irrigados (Sopir S.A.) de Angola, na África, estão no Brasil para conhecer a experiência da Codevasf na área de irrigação
publicado: 12/11/2007 12h08, última modificação: 20/06/2018 17h08


Representantes da Sociedade de Desenvolvimento dos Perímetros Irrigados (Sopir S.A.) de Angola, na África, estão no Brasil para conhecer a experiência da Codevasf na área de irrigação. O objetivo é trocar conhecimento em relação à organização da empresa e dos projetos, gestão ambiental dos perímetros e modelos adotados pela Companhia nesse setor. O grupo foi recebido em Brasília nesta segunda-feira, 12, pelo diretor da Área de Gestão dos Empreendimentos de Irrigação, Raimundo Deusdará Filho, e técnicos.

De acordo com o administrador para a área de organização e recursos humanos da Sopir, Carlos Paim, a empresa angolana é uma Sociedade Anônima com participação exclusiva do governo, por isso, a troca de informações com a Codevasf é de grande utilidade. Segundo Paim, Angola possui perímetros irrigados do período colonial que estão abandonados. A ordem no governo é recuperá-los e modernizá-los, encontrando um novo modelo de gestão e organização. “A perspectiva é melhorar a qualidade de vida da população por meio do desenvolvimento rural integrado”, afirma. Ele lembra que a questão social também será prioridade na implantação dos perímetros irrigados, com ações na área de educação com a construção de escolas e na de saúde com o fornecimento de água potável para a população, por exemplo.   

A comitiva irá conhecer esta semana os projetos Jaíba e Gorutuba, em Minas Gerais. Também pretende visitar ainda países como Portugal, Espanha, República do Marrocos e África do Sul. “Assim teremos condições de identificar qual experiência se adapta melhor à realidade da Angola”, conclui.