Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2007 > Agricultores familiares recebem alevinos para diversificar produção
conteúdo

Notícias

Agricultores familiares recebem alevinos para diversificar produção

Um grupo de 21 agricultores familiares do perímetro irrigado de Curaçá recebeu da Codevasf cerca de 8,5 mil alevinos para serem criados em tanques escavados, de aproximadamente mil a 2 mil metros quadrados, localizados em suas propriedades.
publicado: 09/08/2012 11h59, última modificação: 20/06/2018 17h13

Um grupo de 21 agricultores familiares do perímetro irrigado de Curaçá recebeu da Codevasf cerca de 8,5 mil alevinos para serem criados em tanques escavados, de aproximadamente mil a 2 mil metros quadrados, localizados em suas propriedades. A iniciativa faz parte de um programa que tem como objetivo diversificar a produção em perímetros irrigados, oferecendo outras alternativas de emprego e renda.

O trabalho começou em fevereiro deste ano, com a realização de um curso básico de piscicultura em pequena escala ministrado inicialmente para 15 pequenos produtores do perímetro irrigado de Curaçá. A ideia da Codevasf é levar este programa aos outros perímetros atendidos pela companhia.

A doação de alevinos obedeceu a um estudo realizado durante a aplicação do curso de piscicultura no perímetro de Curaçá, e levou em conta a capacidade de produção, o conhecimento e nível de aprendizado da técnica para desenvolvimento da atividade e o interesse dos pequenos produtores em continuar investindo na pecuária de peixe.

De acordo com Ruy Filho, engenheiro de pesca e especialista em administração rural da Unidade de Apoio à Produção da Gerência Regional de Irrigação (GRI/UAP) da 6ª superintendência regional da Codevasf, a boa qualidade da água é um dos principais fatores favoráveis ao desenvolvimento da piscicultura na região. De acordo com o engenheiro, que é responsável pelo programa nos perímetros, “essa atividade, quando monitorada adequadamente, proporciona o desenvolvimento da aquicultura local, e principalmente a geração de renda extra, pois o peixe tem um bom valor de mercado aqui na região. Isso revela a nítida tendência desses produtores envolvidos em diversificar a produção local”.

Os peixes doados vieram da Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Bebedouro, em Petrolina/PE.