Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2006 > Sergipe tem produção recorde de arroz
conteúdo

Notícias

Sergipe tem produção recorde de arroz

Os dados da safra de verão (2009/2010) da rizicultura do baixo São Francisco sergipano, em particular, dos perímetros irrigados de Propriá, Cotinguiba/Pindoba e Betume, apontam para a quebra de todos os recordes de produção de arroz nos três perímetros
publicado: 10/03/2010 14h23, última modificação: 20/06/2018 17h06

Os dados da safra de verão (2009/2010) da rizicultura do baixo São Francisco sergipano, em particular, dos perímetros irrigados de Propriá, Cotinguiba/Pindoba e Betume, apontam para a quebra de todos os recordes de produção de arroz nos três perímetros.

Os levantamentos realizados pela equipe técnica da Codevasf concluem que em uma área colhida de 3,2 mil hectares foram produzidas 20,6 mil toneladas de arroz, com uma produtividade média que se aproxima de 7,0 toneladas/hectare. Essa produção gera na região de abrangência dos perímetros irrigados uma receita bruta de R$ 8,8 milhões e cerca de 5 mil empregos diretos e indiretos.

Os resultados só foram possíveis em virtude da atuação em parceria entre a Codevasf em Sergipe e governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura - SEAGRI. Por meio dessa parceria, a SEAGRI adquiriu 210 toneladas de sementes de arroz fiscalizadas e de excelente potencial genético e repassou aos irrigantes dos três perímetros irrigados. Esse serviço ficou sob a coordenação da equipe técnica da Codevasf e dos Distritos de Irrigação. Por outro lado, o Banco do Estado de Sergipe – BANESE apoiou de forma decisiva a implantação da safra através do financiamento de diversos irrigantes com custeios agrícolas.

Já a Codevasf, por meio de investimentos em infraestrutura e em aquisição de maquinários, possibilitou a operação adequada do sistema de irrigação, além da equipe de Assistência Técnica e Extensão Rural – ATER, presente em todas etapas do processo produtivo, que contribuiu decisivamente para que o recorde de produção fosse alcançado. Outro ponto a ser destacado foi a atuação decisiva dos irrigantes no sentido de reivindicar melhorias nos sistemas de irrigação e drenagem, bem como na aquisição das sementes.

Para o superintendente regional da Codevasf em Sergipe, Antonio Viana Filho, a parceria existente entre a Codevasf e o governo de Sergipe tem proporcionado desenvolvimento, cidadania e geração de emprego e renda à região do Baixo São Francisco Sergipano. “Essas ações podem ser na área de revitalização do rio São Francisco, com esgotamento sanitário e recomposição de matas ciliares, ou nos Perímetros Irrigados com o início das ações de reabilitação. Nesse sentido, devemos cada vez mais estreitar as relações com as entidades parceiras, possibilitando assim o alcance de resultados tão significantes como os obtidos na safra de verão (2009/2010) da rizicultura do baixo São Francisco Sergipano”, conclui Viana Filho.