Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2006 > Perímetro de Irrigação Gorutuba, em Minas, passará por reforma
conteúdo

Notícias

Perímetro de Irrigação Gorutuba, em Minas, passará por reforma

O Perímetro de Irrigação Gorutuba passará por uma completa reforma estrutural, com a transformação do sistema de condução de água de canais abertos para tubulação. Na última sexta-feira (19), o superintendente da Codevasf em Minas Gerais, Anderson Chaves, esteve reunido com o presidente da Empresa, Orlando Castro, e com diretores para tratar do assunto. Durante o encontro, Chaves conseguiu a liberação de R$57,7 milhões para a execução dessas obras, que serão custeadas com recursos oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC 2.
publicado: 22/03/2010 14h08, última modificação: 20/06/2018 17h06

O Perímetro de Irrigação Gorutuba passará por uma completa reforma estrutural, com a transformação do sistema de condução de água de canais abertos para tubulação. Na última sexta-feira (19), o superintendente da Codevasf em Minas Gerais, Anderson Chaves, esteve reunido com o presidente da Empresa, Orlando Castro, e com diretores para tratar do assunto. Durante o encontro, Chaves conseguiu a liberação de R$57,7 milhões para a execução dessas obras, que serão custeadas com recursos oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC 2.

De acordo com o dirigente da Codevasf em Minas, as obras, que deverão ser iniciadas no próximo ano, substituirão parte do canal principal e toda a rede de canais secundários, terciários, quartenários e quinternários, por tubulação pressurizada gravitacionalmente, aproveitando a carga hidráulica disponível.

Além dessas substituições, será implantado sistema automatizado de controle, monitoramento de água nas estruturas do canal/adutora e sistema de medição parcelar de consumo de água. Ao todo serão mais de 126 quilômetros de adutora de 

200 à 1.300 mm.

Segundo Paulo Roberto Carvalho, responsável pela área de irrigação da Codevasf em Minas, com essas ações, o Perímetro de Irrigação Gorutuba passará a contar com significativa melhoria na eficiência de condução e distribuição de água, passando dos atuais 57%, para 92,5%. Dessa forma, o consumo de água no perímetro irrigado será reduzido, com a sua utilização numa possível expansão da área irrigada de 4.800 para 7.800 hectares, aumentando em mais de 4 mil empregos diretos e indiretos. Outro fator que irá beneficiar os usuários daquele perímetro é a redução dos custos de manutenção da infraestrutura de uso comum e coletivo e dos gastos com energia elétrica parcelar.

Anderson Chaves afirma que, dessa forma, a Codevasf está solucionando definitivamente um sério problema no sistema de distribuição de água do Perímetro de Irrigação Gorutuba, que hoje, já com quase trinta anos em operação, apresenta visíveis sintomas de desgaste, com abatimento de estruturas, ocasionando escoamento de água em regime lento e com grandes vazamentos.