Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2006 > O Brasil no Ano Internacional do Saneamento
conteúdo

Notícias

O Brasil no Ano Internacional do Saneamento

O Plano Nacional de Saneamento básico e o seu marco inicial, o Pacto pelo Saneamento Básico, foram lançados no dia 04 de dezembro, em Brasília, durante a abertura oficial do seminário "O Brasil no Ano Internacional do Saneamento". O evento aconteceu no Mercure Hotel Brasília, Eixo Monumental
publicado: 10/12/2008 10h52, última modificação: 20/06/2018 17h03

O Plano Nacional de Saneamento básico e o seu marco inicial, o Pacto pelo Saneamento Básico, foram lançados no dia 04 de dezembro, em Brasília, durante a abertura oficial do seminário "O Brasil no Ano Internacional do Saneamento". O evento aconteceu no Mercure Hotel Brasília, Eixo Monumental. João Marcos Paes de Almeida, assessor do diretor da Área de Revitalização das Bacias Hidrográficas da Codevasf, coordenou a mesa redonda "Perspectivas para o saneamento no Brasil".

O secretário nacional de Saneamento Ambiental do Ministério das Cidades, Leodegar Tiscoski, ressaltou a importância do Pacto na área de saneamento para a população e citou a Pesquisa Nacional de Saneamento Básico (PNSB 2008). Segundo Tiscoski, a “pesquisa irá mostrar a evolução do saneamento no Brasil”. A PNSB 2008 é uma parceria entre o Ministério das Cidades e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e deve ser a mais abrangente já realizada no setor.

Leodegar Tiscoski, que é do Estado de Santa Catarina, também comentou a situação enfrentada pelas cidades catarinenses com as chuvas: “O desafio à natureza é que provoca esse impacto. Tem que haver um re-planejamento das cidades e evitar a construção em áreas de risco”.

Além do lançamento do Pacto pelo Saneamento Básico, outras publicações foram apresentadas ao público na abertura oficial, entre estas o estudo “Sistema Condominial – uma resposta ao desafio da universalização do saneamento” de José Carlos Melo. O Conselho das Cidades e instituições federais que atuam no setor do saneamento foram os promotores da atividade, que encerra a programação do Ano Internacional do Saneamento no país.

                                                       Com informações do site: www.cidades.gov.br