Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2006 > CERAQUA/SF fornece 200 mil alevinos para Bahia
conteúdo

Notícias

CERAQUA/SF fornece 200 mil alevinos para Bahia

O Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Alagoas (CERAQUA/SF) da 5ª Superintendência Regional da Codevasf forneceu, ontem (06), cerca de 200 mil alevinos de tilápia tailandesa para o Centro de Aquicultura e Recursos Pesqueiros de Xique-Xique (BA), mantida pela Companhia na Bahia. O intercâmbio entre as unidades pretende atender a grande demanda do programa de Arranjos Produtivos Locais (APL) desenvolvido no âmbito da Superintendência Regional da empresa em Bom Jesus da Lapa (BA) e consolida o CERAQUA/SF como centro de referência no fomento à piscicultura brasileira.
publicado: 07/05/2009 17h21, última modificação: 20/06/2018 17h04

O Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Alagoas (CERAQUA/SF) da 5ª Superintendência Regional da Codevasf forneceu, ontem (06), cerca de 200 mil alevinos de tilápia tailandesa para o Centro de Aquicultura e Recursos Pesqueiros de Xique-Xique (BA), mantido pela Companhia na Bahia. O intercâmbio entre as unidades pretende atender a grande demanda do programa de Arranjos Produtivos Locais (APL) desenvolvido no âmbito da Superintendência Regional da empresa em Bom Jesus da Lapa (BA) e consolida o CERAQUA/SF como centro de referência no fomento à piscicultura brasileira.

Segundo Álvaro Albuquerque, engenheiro de pesca da Codevasf, a referência dada ao Centro nas atividades de aquicultura e recursos pesqueiros resulta do trabalho científico e tecnológico de melhoramento genético das espécies desenvolvido na unidade. “O trabalho desenvolvido aqui apresenta resultados que já são reconhecidos, tendo como resultado um maior rendimento de filé, aumento na resistência a doenças e melhor conversão alimentar, esta última possibilitando que haja um maior crescimento dos peixes com um menor consumo de ração, o que melhora a rentabilidade econômica do produtor”, explica.

Ele ainda detalhou que o pedido por alevinos da espécie tilápia tailandesa feito pela estação de piscicultura baiana se deve à consolidação no mercado deste peixe, ainda em fase de expansão. O transporte dos alevinos foi realizado utilizando um caminhão especial para o acondicionamento de peixes vivos, equipado com três caixas isotérmicas de 800 litros, que possuem fluxo contínuo de oxigênio. A viagem teve duração de 24 horas e percorreu cerca de 1.012 km entre os municípios de Porto Real do Colégio (AL) e Xique-Xique (BA).

Para o engenheiro de pesca Charles Fabian, chefe do Centro de Aquicultura e Recursos Pesqueiros de Xique-Xique, a cooperação entre as unidades da Codevasf fortalecem os produtos e a piscicultura brasileira. “Como nossa estação está iniciando suas atividades, tivemos uma demanda maior por alevinos que a capacidade de produção. Assim, recorremos ao CERAQUA/SF para somarmos os trabalhos desenvolvidos em Alagoas e na Bahia em prol dos produtores”, comemorou.

Fabian ainda destacou os benefícios no intercâmbio de alevinos, a exemplo da formação de reprodutores oriundos de outras regiões, que evita a consanguinidade. Outro benefício seria a uniformidade dos procedimentos e nivelamento técnico entre especialistas da Codevasf.

CERAQUA/SF

O CERAQUA/SF funciona no Distrito Irrigado de Itiúba, município de Porto Real do Colégio (AL), como unidade integrante da Superintendência Regional da Codevasf em Alagoas. O centro iniciou suas atividades no final da década de 1970 como Estação Piloto de Piscicultura de Itiúba, sendo a primeira estação do programa de piscicultura da Codevasf construída no Vale do São Francisco.