Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2006 > Codevasf realiza pesquisas no Baixo Médio São Francisco
conteúdo

Notícias

Codevasf realiza pesquisas no Baixo Médio São Francisco

A Superintendência Regional da Codevasf em Juazeiro (BA) e o Centro de Desenvolvimento da Pecuária (CDP) da Escola de Medicina Veterinária da Universidade Federal da Bahia (UFBA) deram continuidade às atividades de pesquisa e extensão realizadas na Região do Baixo Médio São Francisco (Microrregião de Juazeiro-BA). A região é formada por oito municípios: Juazeiro, Sobradinho, Curaçá, Sento Sé, Casa Nova, Remanso, Pilão Arcado e Campo Alegre de Lourdes.
publicado: 20/02/2009 10h30, última modificação: 20/06/2018 17h03

A Superintendência Regional da Codevasf em Juazeiro (BA) e o Centro de Desenvolvimento da Pecuária (CDP) da Escola de Medicina Veterinária da Universidade Federal da Bahia (UFBA) deram continuidade às atividades de pesquisa e extensão realizadas na Região do Baixo Médio São Francisco (Microrregião de Juazeiro-BA). A região é formada por oito municípios: Juazeiro, Sobradinho, Curaçá, Sento Sé, Casa Nova, Remanso, Pilão Arcado e Campo Alegre de Lourdes. 

As atividades fazem parte do Projeto Semi-Árido intitulado “Levantamento epidemiológico de viroses de caprinos e ovinos na Microrregião de Juazeiro – Bahia”, firmado entre a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB) e a Universidade Federal da Bahia com o apoio da Codevasf e do Centro Nacional de Pesquisa de Caprinos (EMBRAPA Caprinos).

A atividade agropecuária tem forte influência econômica, social e cultural na Microrregião de Juazeiro. Possui uma das maiores concentrações de pequenos ruminantes do país, sendo uma tradicional atividade familiar. O rebanho de Caprinos e Ovinos dessa microrregião caracteriza-se pela predominância de animais sem raça definida, nativos e mestiços, e tem experimentado um desenvolvimento, favorecido principalmente pelo surgimento de restaurantes especializados. Isso tem incentivado o incremento da produção, principalmente com a introdução de animais de raças de origem importada para melhoramento genético do rebanho local.

DISSEMINAÇÃO - A disseminação das viroses nos rebanhos é um problema para os criadores e está historicamente relacionada com a introdução de animais infectados. O estudo desenvolvido tem como objetivo a realização de inquérito sorológico para avaliação da situação epidemiológica da microrregião de Juazeiro frente às viroses de Pequenos Ruminantes. Além disso, aliado ao trabalho de pesquisa, desenvolve-se ações de extensão visando apoiar o desenvolvimento da pecuária familiar, uma vez que muitos têm a atividade como a sua principal fonte de renda.

Dentre as ações implementadas pela Codevasf, se destacaram as visitas técnicas a algumas comunidades rurais do município de Juazeiro (localidades de Carnaíba do Sertão, Juremal, Massaroca, Junco, Boqueirão e Campos) e do município de Sobradinho, comunidades que se caracterizam pela predominância de sistemas de criação de caprinos e ovinos em regime extensivo, onde não há delimitação territorial - os animais de diferentes criadores se misturam e pastejam em áreas comuns e o manejo aplicado é precário, havendo alta mortalidade por desconhecimento de simples práticas profiláticas.

Durante as visitas, foram prestadas orientações sobre manejo sanitário e produtivo dos rebanhos e amostras de sangue de caprinos foram colhidas para realização de teste sorológico para a Artrite-Encefalite Caprina. Foi oferecido ainda para os produtores de caprinos e ovinos um seminário sobre as principais enfermidades desses animais e foi disponibilizada a infra-estrutura da Clínica de Ruminantes do CDP, em Oliveira dos Campinhos (Santo Amaro-BA), para o internamento de animais e realização de exames laboratoriais (hemograma e parasitológico de fezes). Está prevista para o mês de fevereiro a realização do projeto nas comunidades rurais dos municípios de Campo Alegre de Lourdes e Pilão Arcado.