Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2006 > Estão abertas as inscrições para rodadas de negócios
conteúdo

Notícias

Estão abertas as inscrições para rodadas de negócios

Os fruticultores dos vales do São Francisco e Parnaíba terão a oportunidade de acessar o mercado europeu ou expandir seus negócios na região em duas rodadas de negócios que acontecerão, com apoio da Codevasf, em setembro, na Frutal, e, em novembro, durante a Fenagri. A Fruit Brasil 2006, encontro organizado pela Federação das Indústrias do Ceará, parte da programação oficial da Frutal, acontecerá em Fortaleza (CE), entre 12 a 14/09. Contará com a presença de empresários da Alemanha, Espanha, Holanda, Inglaterra e Itália, países de grande mercado para frutas tropicais e temperadas, além de representantes da Argentina e do México.
publicado: 31/07/2006 10h33, última modificação: 20/06/2018 16h59

Os fruticultores dos vales do São Francisco e Parnaíba terão a oportunidade de acessar o mercado europeu ou expandir seus negócios na região em duas rodadas de negócios que acontecerão, com apoio da Codevasf, em setembro, na Frutal, e, em novembro, durante a Fenagri. A Fruit Brasil 2006, encontro organizado pela Federação das Indústrias do Ceará, parte da programação oficial da Frutal, acontecerá em Fortaleza (CE), entre 12 a 14/09. Contará com a presença de empresários da Alemanha, Espanha, Holanda, Inglaterra e Itália, países de grande mercado para frutas tropicais e temperadas, além de representantes da Argentina e do México.

Os empresários do setor de frutas e alimentos derivados também já podem assegurar seu lugar no encontro de negócios da Fenagri, que acontecerá entre 8 e 10 de novembro, durante a feira. Organizada pela Federação das Indústrias de Pernambuco, em parceria com a Codevasf, a rodada colocará frente à frente na mesa de negociações, sem intermediários, produtores dos Vales e empresários da Alemanha, Espanha, França, Itália e Holanda.

Além das reuniões de negócios, agendadas previamente conforme os interesses manifestados pelos participantes, os encontros oferecem também seminários e visitas técnicas que apresentam tendências, melhores práticas e análises do mercado internacional de frutas e derivados. As rodadas, co-financiadas pela União Européia através do Programa Al-Invest, têm apoio da Codevasf e contam com edições realizadas anteriormente com bastante sucesso. O principal objetivo é promover o ambiente ideal para a realização de acordos comerciais, investimentos e transferência de tecnologia entre os participantes da América Latina e da União Européia.

As inscrições para ambas as rodadas já estão abertas, são gratuitas e podem ser feitas nas Assessorias de Divulgação da Codevasf, nos estados dos vales do São Francisco e do Parnaíba. Podem participar, representantes de todos os elos da cadeia produtiva da fruticultura, especialmente, importadores, exportadores, produtores, distribuidores, processadores, investidores e varejistas.

Vantagens para os fruticultores As rodadas internacionais de negócios do Programa Al-Invest buscam facilitar o acesso direto dos produtores de frutas, bebidas e alimentos derivados ao mercado europeu, para que possam negociar melhores condições de compra e de venda. Além do acesso direto aos compradores europeus, os produtores e empresários participantes recebem, sem custos adicionais, o apoio de intérpretes e de profissionais capacitados em comércio exterior, além do suporte técnico dos organizadores e acesso livre às feiras durante as quais são realizados os encontros.

O Eurocentro CODEVASF: acesso a capacitação e novos mercados Desde 2002 A Codevasf faz parte do Programa Al-Invest da Comissão Européia, no qual é credenciada como Eurocentro. O Al-Invest permite à Codevasf prestar apoio aos pequenos e médios empresários dos Vales do São Francisco e Parnaíba na busca de novos mercados, capacitação, cooperação e oportunidades de negócios com a União Européia

As frutas brasileiras no mercado externo Segundo o Instituto Brasileiro de Frutas – Ibraf, a receita com as exportações de frutas brasileiras cresceu cerca de 19% e, 2005, subindo de US$ 369 milhões, em 2004, para US$ 440 milhões no ano passado. Para 2006 o Ibraf prevê um crescimento de 5% a 10%, em valores, das exportações de frutas frescas. A expansão no mercado de frutas com maior valor agregado, como a uva sem semente e novas variedades de melão, favorecem o aumento das receitas, enquanto que o volume exportado, que deve chegar a 900 mil toneladas, ficará relativamente estável, em comparação com 2005.

Assessoria de Promoção e Assuntos Internacionais / Eurocentro CODEVASF SGAN 601 Conj. I - Ed. Deputado Manoel Novaes, sala 102 CEP: 70.830-901, Brasília – DF Tel.: 61 3312-4769, 61 3312-4758 Fax: 61 3223-8819 E-mail: eurocentro@codevasf.gov.br