Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2006 > Plano de Ação para a Bacia do Parnaíba
conteúdo

Notícias

Plano de Ação para a Bacia do Parnaíba

Após 2 anos de trabalho, o Plano de Ação para o Desenvolvimento Integrado da Bacia do Parnaíba (Planap) será entregue ao Piauí, Maranhão e Ceará. O lançamento está marcado para o dia 14 de junho, quarta-feira, às 9:30h, no auditório do Sebrae, em Teresina, com a presença de políticos, autoridades, acadêmicos e a comunidade. O evento irá contar com a presença do governador Wellington Dias; do presidente da Codevasf, Luiz Carlos Everton de Farias, e do superintendente da Codevasf no Piauí, Hildo Diniz da Silva.
publicado: 13/06/2006 10h45, última modificação: 20/06/2018 16h59

Após 2 anos de trabalho, o Plano de Ação para o Desenvolvimento Integrado da Bacia do Parnaíba (Planap) será entregue ao Piauí, Maranhão e Ceará. O lançamento está marcado para o dia 14 de junho, quarta-feira, às 9:30h, no auditório do Sebrae, em Teresina, com a presença de políticos, autoridades, acadêmicos e a comunidade. O evento irá contar com a presença do governador Wellington Dias; do presidente da Codevasf, Luiz Carlos Everton de Farias, e do superintendente da Codevasf no Piauí, Hildo Diniz da Silva.

O Planap está sintetizado em 16 volumes com todas as informações referentes ao estudo realizado durante o ano de 2005. Os territórios em análise são o da Planície Litorânea, dos Cocais, dos Carnaubais, entre Rios; dos vale do Sambito, do rio Guaribas, do rio Canindé, dos rios Piauí e Itaueiras; da Serra da Capivara; Tabuleiros do Alto Parnaíba e Chapada das Mangabeiras. Há ainda publicação sobre o uso da terra e do cerrado, um plano de ação de curto prazo com indicadores de aproveitamento das infra-estruturas hídricas da Bacia do Parnaíba e o Relatório Final com o Plano de Ações estratégicas da Bacia.

MÉTODO

A participação dos governos dos estados do Piauí, do Maranhão e do Ceará, das prefeituras municipais, das universidades, de instituições financeiras, de organismos não governamentais, incluindo associações e sindicatos, foi expressiva, envolvendo mais de cinco mil atores sociais. Para a sua elaboração, foram considerados também os diversos planos e programas dos governos federal, dos estados e dos municípios que integram a Bacia.

O Planap busca fomentar o desenvolvimento integrado da bacia, com o crescimento da economia regional e melhoria da qualidade de vida da população local. A sustentabilidade das ações é o ponto forte de todo o estudo, que apresenta o grande potencial existente para o desenvolvimento de projetos florestais no estado, iniciando com a implantação de grandes empreendimentos de florestas plantadas em áreas alteradas.

HISTÓRICO

O marco inicial do Planap ocorreu em setembro de 2003, em Teresina-PI, no Seminário sobre a elaboração do “Plano de Ação para o Desenvolvimento Integrado do Vale do Parnaíba”. A partir de janeiro do ano 2000, a Codevasf, pela lei nº 9.954, passou a atuar também no vale do rio Parnaíba. Sendo compromisso da empresa, consolidar, em colaboração com os demais órgãos públicos federais, estaduais ou municipais que atuam nas áreas da Bacia, os planos anuais e plurianuais, programas e projetos prioritários de desenvolvimento integrado do vale do rio Parnaíba.

O Planap consiste em um plano de ações integradas para o desenvolvimento sustentável da bacia do Parnaíba, abrangendo municípios dos Estados do Piauí (222), Maranhão (36) e do Ceará (20). Consta de um inventário dos diagnósticos e estudos técnicos realizados pelas diversas instituições atuantes na Bacia; de um plano de curto prazo, com propostas de rápida implementação que aproveitem as infra-estruturas já existentes na região; de um plano de desenvolvimento com ações de médios e longos prazos, incluindo a elaboração do macrozoneamento ecológico-econômico, de sistema de informação e de proposta de ações estratégicas para sua execução.