Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2005 > Festival Ecocultural
conteúdo

Notícias

Festival Ecocultural

O Primeiro Festival EcoCultural para a Revitalização do São Francisco começa amanhã (1) na região do Xingó, área prioritária do Programa de Revitalização e inclui as cidades de Paulo Afonso (BA), Delmiro Gouveia (AL), Piranhas (AL) e Canindé de São Francisco (SE). As áreas temáticas serão cultura, meio ambiente, educação, esporte, turismo e economia. A Codevasf apóia o evento que terá a participação de 32 artistas da região de Bom Jesus da Lapa (BA), entre eles artistas da comunidade quilombola Rio das Rãs.
publicado: 30/11/2005 15h00, última modificação: 20/06/2018 16h56

O Primeiro Festival EcoCultural para a Revitalização do São Francisco começa amanhã (1) na região do Xingó, área prioritária do Programa de Revitalização e inclui as cidades de Paulo Afonso (BA), Delmiro Gouveia (AL), Piranhas (AL) e Canindé de São Francisco (SE). As áreas temáticas serão cultura, meio ambiente, educação, esporte, turismo e economia. A Codevasf apóia o evento que terá a participação de 32 artistas da região de Bom Jesus da Lapa (BA), entre eles artistas da comunidade quilombola Rio das Rãs.

O Festival homenageia José Teodomiro de Araújo, nascido em Petrolina, em 1937 e falecido em 4 de dezembro de 2003, razão pela qual, o encerramento do evento será nessa data. O Velho do rio, como é chamado por muitos barqueiros, criou o Instituto Manoel Novaes e, também, a Primeira Comissão do Vale do São Francisco.

O público-alvo dessa iniciativa são as comunidades tradicionais da Bacia, organizações da sociedade civil, governos estaduais, municípios da região e setores produtivos, lembrando que é a bacia com maior concentração de comunidades quilombolas do Brasil, além abrigar 27 povos indígenas e 17 comunidades de pescadores.

Na abertura, os Ministérios do Meio Ambiente e da Cultura firmarão um Termo de Cooperação e o lançarão o Plano de Desenvolvimento do Turismo Sustentável do Baixo São Francisco, âncora de todas as ações nessa Região. A programação será intensa e variada, envolvendo encontros, seminários, oficinas, mini-cursos, torneios esportivos e atrações musicais.

O Festival faz parte do Programa de Governo que visa a revitalização, a partir da redescoberta do Rio São Francisco, o rio da integração nacional, e que tem como lema: conhecer para revitalizar o São Francisco, sob todas as dimensões – ambiental, social, cultural e, principalmente, socioeconômica. Esta é uma realização conjunta dos Ministérios do Meio Ambiente e da Cultura, cuja Secretaria Geral está com a Fundação Palmares.

Dez outros ministérios estão juntos nesta iniciativa, dentre eles: Esporte, Turismo, Desenvolvimento Social, Minas e Energia, Integração Nacional. Além da Codevasf, o Festival também conta com a parceria e apoio da CHESF, do Ibama, da ANA, dos Governos Estaduais de Alagoas, Bahia e Sergipe e das prefeituras das cidades do entorno do Xingó: Paulo Afonso, Delmiro Gouveia, Piranhas e Canindé de São Francisco.