Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2005 > Pescado no Semi-Árido piauiense
conteúdo

Notícias

Pescado no Semi-Árido piauiense

No dia 07 de outubro, será realizada a primeira despesca do projeto de piscicultura em tanques-redes, na Barragem de Bocaina (PI), a 324 quilômetros de Teresina. Esse projeto é executado por meio de Convênio entre a Codevasf, no Vale do Parnaíba, e o SEBRAE (PI), beneficiando, somente nesse município 40 famílias.
publicado: 05/10/2005 10h45, última modificação: 20/06/2018 16h57

No dia 07 de outubro, será realizada a primeira despesca do projeto de piscicultura em tanques-redes, na Barragem de Bocaina (PI), a 324 quilômetros de Teresina. Esse projeto é executado por meio de Convênio entre a Codevasf, no Vale do Parnaíba, e o SEBRAE (PI), beneficiando, somente nesse município 40 famílias.

O projeto tem como objetivo melhorar a qualidade do pescado, incentivar o uso de tanques-redes e viveiros, e, ainda, ampliar o consumo estimulado pelo aumento da produção e comercialização de peixes no Piauí. 

Segundo o presidente da Cooperativa Aqüícola Regional de Picos-COAP, Manoel Bernardo, nessa primeira fase haverá despesca de 2 mil quilos de tilápia, que serão retiradas dos tanques-redes. Os peixes serão comprados pelo programa Compra Direta, da Secretaria de Desenvolvimento Rural.  

Desde o mês de junho, os piscicultores do município de Bocaina e de outros como Valença e São João do Piauí, todos localizados no sul do Piauí, estão recebendo alevinos como parte do Projeto de Piscicultura. Em Valença e em São João do Piauí, a previsão é de que sejam produzidas quatro toneladas de pescado por município. Em Bocaina, a estimativa é de uma produção de 28 toneladas de peixe.