Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2004 > Missões internacionais em Alagoas
conteúdo

Notícias

Missões internacionais em Alagoas

A Superintendência Regional da CODEVASF em Alagoas recebeu no início deste mês duas missões internacionais, da França e da China, compostas por representantes governamentais e empresários interessados em investir na atividade de aqüicultura no estado.
publicado: 09/11/2004 09h50, última modificação: 20/06/2018 16h54

A Superintendência Regional da CODEVASF em Alagoas recebeu no início deste mês duas missões internacionais, da França e da China, compostas por representantes governamentais e empresários interessados em investir na atividade de aqüicultura no estado.

Na ocasião, o assessor de promoção da CODEVASF Alagoas, Eduardo Motta, expôs as potencialidades de aqüicultura do baixo São Francisco para investidores chineses da região Norte. Em seguida, houve debate sobre as opções de investimentos na região com os presidentes da Câmara de Comércio Intercontinental Brasil-China, Shie Chun Kuang e da Associação de Processamento e Marketing de Produtos Aquáticos da China, Zhu Chuanxin e com representantes da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do estado de Alagoas. Os visitantes sinalizaram a intenção de firmar um acordo de cooperação comercial e tecnológica com o governo do estado.

Os franceses provenientes do Sudoeste da França, da região de Aquitaine, que tem Bordeuax como um dos centros metropolitanos mais desenvolvidos da França e da Europa, foram recepcionados pela equipe de engenheiros de pesca da Estação de Piscicultura de Itiúba (EPI), onde obtiveram as informações sobre as potencialidades da região e os investimentos que a CODEVASF está destinando à atividade de piscicultura, principalmente na produção de tilápia e no Centro de Referência em Aqüicultura do São Francisco (CERAQUA/SF).

A missão francesa também visitou a foz do rio São Francisco, onde puderam contemplar a beleza da região, identificando ali não só as oportunidades de investimentos em aqüicultura, mas também no turismo sustentável, outra potencialidade de destaque.