Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2021 > Codevasf lança estrutura de apoio da Rota da Fruticultura da Ride/DF
conteúdo

Notícias

Codevasf lança estrutura de apoio da Rota da Fruticultura da Ride/DF

publicado: 08/06/2021 17h20, última modificação: 09/06/2021 09h57
Cassio_Moreira

Grupo responsável também proporá atualizações para Plano de Desenvolvimento do Semiárido

Codevasf lança estrutura de apoio da Rota da Fruticultura da Ride/DF.jpgA Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) lançou nesta semana, em Brasília, a estrutura de apoio que vai coordenar, acompanhar e executar ações da Rota da Fruticultura da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride/DF), em articulação com o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

O grupo responsável também desenvolverá propostas de atualização do Plano de Desenvolvimento do Semiárido, elaborado pela empresa em 2002. As propostas tomarão como base subsídios coletados no Fórum de Desenvolvimento do Semiárido realizado em Mossoró (RN) em 2020 — o evento foi coordenado pela empresa e promovido pela Frente Parlamentar em Prol do Semiárido.

“É uma rota inovadora que vai abranger toda a Ride-DF. Não é pequena, é do tamanho do estado de Pernambuco e tem 4,8 milhões de habitantes. A rota terá início em 12 de junho, com o lançamento dela em Planaltina (DF)”, afirmou o coordenador do grupo de trabalho da Rota da Fruticultura da Ride/DF na Codevasf, Luiz Antônio Curado.

O objetivo da Rota da Fruticultura da Ride/DF é elaborar estratégias para aumentar a produção e o fornecimento de frutas para mercados internos e externos, gerar emprego e renda na região, promover o intercâmbio de experiências e tecnologias, diversificar e implantar novas culturas e fomentar e motivar novos agricultores na produção de frutas no DF e Entorno.

A rota reúne o Distrito Federal, 29 municípios de Goiás e 4 municípios de Minas Gerais e é o eixo organizador de toda a cadeia produtiva da fruta: produtores rurais; associações; grupos comerciais; setor público; governos federal, distrital, estaduais e municipais; setores de logística, entre outros.

“A Codevasf ao longo dos anos tem promovido o desenvolvimento regional — inicialmente na bacia do Rio São Francisco e, agora, estamos dando um foco na região do Distrito Federal e Goiás”, destacou o diretor da Área de Gestão dos Empreendimentos de Irrigação da Codevasf, Luís Napoleão Casado.

O trabalho relacionado ao Plano de Desenvolvimento do Semiárido, por sua vez, tem como objetivo promover a atualização do Plano elaborado pela Codevasf em 2002, visando a propor soluções estruturais para o desenvolvimento econômico da região, com segurança hídrica para consumo humano e animal e atividades produtivas, e com sua institucionalização como plano de Estado.

A deputada federal e coordenadora da Frente Parlamentar Mista do Agronegócio e Agricultura Familiar, Bia Kicis, o deputado federal e coordenador da Frente Parlamentar Mista em Prol do Semiárido, General Girão, e o diretor do Departamento de Desenvolvimento Regional e Urbano do MDR, Francisco Soares de Lima Júnior, entre outros convidados, participaram da cerimônia.

Rotas de Integração Nacional

A implantação das Rotas de Integração Nacional, como a Rota da Fruticultura, é uma ação do Ministério do Desenvolvimento Regional, por meio da Secretaria Nacional de Mobilidade e Desenvolvimento Regional e Urbano, em conjunto com órgãos parceiros, associações e entidades locais. O programa segue as diretrizes da Política Nacional de Desenvolvimento Regional e integra as estratégias do ministério para, com inclusão produtiva, desenvolver regiões.

Depois de criadas, as rotas atuam com redes interligadas de Polos de Produção estruturados para promover inovação, diferenciação, competitividade e lucratividade de empreendimentos associados.