Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2017 > Peixamento da Codevasf em trecho alagoano do São Francisco vai inserir espécies desaparecidas
conteúdo

Notícias

Peixamento da Codevasf em trecho alagoano do São Francisco vai inserir espécies desaparecidas

Espécies nativas da bacia hidrográfica do rio São Francisco que há décadas estavam desaparecidas das águas do Baixo São Francisco, a exemplo da matrinxã e da curimatã-pioa, serão inseridas no “Velho Chico” durante o tradicional peixamento realizado pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) na Festa de Bom Jesus dos Navegantes de Penedo, em Alagoas. O repovoamento será realizado no próximo domingo, 08 de janeiro, às 10 horas, com concentração no Porto das Balsas no Centro Histórico de Penedo.
publicado: 04/01/2017 12h37, última modificação: 20/06/2018 17h34

Alevinos de matrinxã e curimatã-pioa estão entre os que serão inseridos no rio durante o peixamento da festa de Bom Jesus dos Navegantes de Penedo

Espécies nativas da bacia hidrográfica do rio São Francisco que há décadas estavam desaparecidas das águas do Baixo São Francisco, a exemplo da matrinxã e da curimatã-pioa, serão inseridas no “Velho Chico” durante o tradicional peixamento realizado pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) na Festa de Bom Jesus dos Navegantes de Penedo, em Alagoas. O repovoamento será realizado no próximo domingo, 08 de janeiro, às 10 horas, com concentração no Porto das Balsas no Centro Histórico de Penedo.

Segundo o engenheiro de pesca Paulo Pantoja, chefe do Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Itiúba da Codevasf, o peixamento realizado na Festa de Bom Jesus dos Navegantes de Penedo integra o programa anual de repovoamento da bacia hidrográfica do rio São Francisco com espécies nativas, ação que busca aumentar a quantidade e a variabilidade de espécies nativas.

“Com esse peixamento, a Codevasf irá inserir peixes das espécies piau, xira, piabas, matrinxã e curimatã-pioa. As duas últimas são espécies que não eram mais pescadas na região há algumas décadas e que, após o trabalho programado de peixamentos, passaram a ser capturadas. Com esse trabalho da Codevasf, estamos conseguindo ampliar a quantidade e variedade de espécies nativas que retornam ao rio São Francisco”, explicou o engenheiro de pesca.

peixamento ALO peixamento será realizado em dois momentos. No primeiro, um caminhão apropriado para transporte de peixes será levado por uma balsa a três pontos de soltura no rio São Francisco, entre os municípios de Penedo e de Neópolis, em Sergipe. O primeiro ponto de soltura será o bairro Santo Antônio, seguido pela orla do Porto das Balsas e finalizando na Prainha do rio São Francisco em Penedo.

O segundo momento do peixamento contará com a participação da população local e dos turistas que estarão em Penedo para a Festa de Bom Jesus dos Navegantes, que poderão soltar os peixes nas margens do São Francisco, no Porto das Balsas. A ação da Codevasf integra a programação oficial do evento e será realizada por meio de parceria da Companhia com a Prefeitura Municipal de Penedo por meio da Secretaria Municipal de Agricultura.

Ouça as notícias da Codevasf: https://soundcloud.com/codevasf

Fotos podem ser acessadas em nosso Flickr:

https://www.flickr.com/photos/codevasf/albums/72157677284334660