Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2017 > Governo Federal libera R$ 19 milhões para Codevasf retomar projeto em Minas Gerais
conteúdo

Notícias

Governo Federal libera R$ 19 milhões para Codevasf retomar projeto em Minas Gerais

O projeto da barragem Jequitaí I, no Norte mineiro, está sendo retomado - conquista que resultou de esforço conjunto da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) com o Governo de Minas Gerais, por meio de sua Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SEAPA). Cerca de R$ 19 milhões foram liberados pelo Governo Federal, via Ministério da Integração Nacional, para a retomada dos trabalhos.
publicado: 11/04/2017 08h53, última modificação: 20/06/2018 17h36

Regularização ambiental e fundiária para construção da primeira barragem no rio Jequitaí será primeiro passo em parceria com a SEAPA

O projeto da barragem Jequitaí I, no Norte mineiro, está sendo retomado - conquista que resultou de esforço conjunto da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) com o Governo de Minas Gerais, por meio de sua Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SEAPA). Cerca de R$ 19 milhões foram liberados pelo Governo Federal, via Ministério da Integração Nacional, para a retomada dos trabalhos.

A regularização ambiental e fundiária para a construção da primeira barragem no rio Jequitaí será o primeiro passo a ser dado pela Codevasf em parceria com a SEAPA.

“O nosso maior interesse é levar desenvolvimento para essa importante região castigada pelas estiagens. A determinação do Governo Federal, por meio do Ministério da Integração Nacional, é dar prioridade à conclusão das obras”, disse a presidente da Codevasf, Kênia Marcelino. “A retomada das obras do Jequitaí é um assunto extremamente estratégico para Minas Gerais”, destaca o secretário de agricultura de Minas Gerais, Pedro Leitão.

Para a retomada da construção da barragem Jequitaí I, uma série de ações já está em andamento, como a revisão do projeto executivo da obra - que contempla, entre outros itens, o detalhamento da proteção das áreas degradas da obra -, e a preparação de processo licitatório para contratação de empresa de engenharia para adequação dos projetos de três pontes no trecho da rodovia MG-208, que liga Francisco Dumont a Jequitaí e está inserido na área de inundação da futura barragem.

Para a gestão das ações referentes à obra, a Codevasf também constituiu um grupo de trabalho envolvendo técnicos da sede da empresa, em Brasília, e da Superintendência Regional em Montes Claros (MG).

“O projeto Jequitaí é um sonho que está se materializando, gerando em toda região uma perspectiva na melhoria da qualidade de vida e geração de empregos, com a possibilidade de implantação de áreas irrigáveis”, afirma o superintendente regional da Codevasf em Minas Gerais, Aldimar Rodrigues Filho.

Quando estiver concluído, o empreendimento possibilitará irrigação, abastecimento, energia elétrica, regularização de vazão do rio Jequitaí, além de outros benefícios para a região. Os serviços, obras e desapropriações associados à primeira barragem do projeto Jequitaí somam R$ 311 milhões.

Ouça as notícias da Codevasf: https://soundcloud.com/codevasf