Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2017 > Codevasf já concluiu 78% da obra de implantação do projeto Marrecas-Jenipapo no Piauí
conteúdo

Notícias

Codevasf já concluiu 78% da obra de implantação do projeto Marrecas-Jenipapo no Piauí

A implantação do projeto de irrigação Marrecas-Jenipapo, em São João do Piauí (PI), está com 78% da obra concluída. O empreendimento está sendo executado pela Codevasf numa das áreas de assentamento do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), com o custo aproximado de R$ 60 milhões. Esse será o primeiro projeto de irrigação instalado pela Codevasf no vale do Parnaíba e beneficiará 13 municípios do estado.
publicado: 24/04/2017 18h09, última modificação: 20/06/2018 17h36

Trata-se do primeiro projeto irrigado implantado pela Codevasf no vale do Parnaíba; o empreendimento deve beneficiar 13 municípios piauienses

A implantação do projeto de irrigação Marrecas-Jenipapo, em São João do Piauí (PI), está com 78% da obra concluída. O empreendimento está sendo executado pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) numa das áreas de assentamento do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), com o custo aproximado de R$ 60 milhões. Esse será o primeiro projeto de irrigação instalado pela Codevasf no vale do Parnaíba e beneficiará 13 municípios do estado.   

“Desde que fui superintendente regional da Codevasf no Piauí, e por ser também piauiense, acompanho com grande interesse esse projeto por saber da importância que ele tem para o estado. Estamos atentos para que os prazos e objetivos do Marrecas-Jenipapo sejam cumpridos, atendendo os melhores interesses do povo piauiense”, afirmou Inaldo Guerra, diretor da Área de Revitalização das Bacias Hidrográficas da Codevasf.

Para discutir a conclusão da obra, representantes da Codevasf e do Incra estiveram reunidos em Teresina. “Uma obra desse porte requer encontros periódicos como esse para potencializar o trabalho conjunto dos órgãos federais envolvidos”, avaliou Guerra durante o encontro. Na reunião, foi feita uma ampla Reunião PIanálise de todos os procedimentos em andamento para dar continuidade ao projeto.

Potencial agrícola

O projeto Marrecas-Jenipapo conta atualmente com 256 famílias assentadas e cerca de 154 hectares irrigados. Uma parte é dedicada à fruticultura irrigada, tipo microaspersão, com manejo de culturas como goiaba, uva e mamão; outra parte tem irrigação por aspersão fixa, onde são cultivadas culturas de ciclo temporário, como feijão, milho, mandioca, melancia e abóbora.

A produção já ultrapassa as 2,3 mil toneladas anuais de alimento, com destaque para milho verde (390 toneladas ao ano), macaxeira (340 toneladas), melancia (328 toneladas) e goiaba (310 toneladas). Os dados são da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Piauí (Emater/PI), que acompanha os produtores.

Um terço da produção é comercializada por meio dos programas de compras públicas do governo federal, como os de merenda escolar e das centrais de abastecimento. O restante é vendido no mercado municipal de São João do Piauí, em hotéis, mercearias, e ainda em municípios vizinhos, como Canto do Buriti e Simplício Mendes.

O projeto de irrigação levará água do rio Piauí, a partir da barragem Jenipapo, aos lotes familiares, com vazão de 1,23 metro cúbico por segundo. Estudos de viabilidade indicam que a produção agrícola do município deverá subir de 5.684 toneladas por ano para 17.584 toneladas, e a renda média anual deverá subir de R$ 822 para R$ 5,5 mil.

“O Marrecas-Jenipapo será o primeiro projeto de irrigação instalado pela Codevasf no Vale do Rio Parnaíba, uma região que apresenta grande potencial para o desenvolvimento da fruticultura irrigada em razão das condições de solo e clima que se apresentam no semiárido piauiense”, destaca Maximiliano Saraiva, gerente regional de Empreendimentos de Irrigação da Codevasf no Piauí.

Ao todo, o projeto deverá beneficiar a população de outros 12 municípios do entorno: Simplício Mendes, Dom Inocêncio, Campo Alegre do Fidalgo, Coronel José Dias, Socorro do Piauí, Ribeiro do Piauí, Nova Santa Rita, Paes Landim, Capitão Gervásio, Bela Vista, Pajeú do Piauí e João Costa.

Fotografias:

https://www.flickr.com/photos/codevasf/sets/72157649259441034/with/13629821193/

Ouça as notícias da Codevasf:

https://soundcloud.com/codevasf