Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2017 > Codevasf estrutura produtores familiares do Norte mineiro para conviver com estiagem
conteúdo

Notícias

Codevasf estrutura produtores familiares do Norte mineiro para conviver com estiagem

Cerca de 300 famílias de agricultores do Norte de Minas Gerais, região do estado severamente afetada pela seca prolongada, têm a partir de agora melhores condições de acesso a água e de produção em suas lavouras. Durante ato público na sede mineira da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), em Montes Claros, eles foram estruturados com equipamentos e maquinários que totalizam aproximadamente R$ 1 milhão oriundos do Orçamento Geral da União e destinados à Codevasf por emendas parlamentares.
publicado: 31/01/2017 15h10, última modificação: 20/06/2018 17h35

Presidente da Companhia participou do ato; investimento federal foi de R$ 1 milhão e beneficia 300 famílias de agricultores do semiárido

Cerca de 300 famílias de agricultores do Norte de Minas Gerais, região do estado severamente afetada pela seca prolongada, têm a partir de agora melhores condições de acesso a água e de produção em suas lavouras. Durante ato público na sede mineira da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), em Montes Claros, eles foram estruturados com equipamentos e maquinários que totalizam aproximadamente R$ 1 milhão oriundos do Orçamento Geral da União e destinados à Codevasf por emendas parlamentares.

“Desejamos que a vida de vocês melhore, que vocês consigam produzir melhor, gerar renda, emprego para suas famílias. Este é o nosso compromisso como empresa de desenvolvimento territorial: melhorar a vida de todos vocês”, disse Kênia Marcelino diante de mais de 30 prefeitos, da deputada federal Raquel Muniz, vereadores, produtores rurais, representantes do Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco e dirigentes da Codevasf. O diretor de Revitalização de Bacias Hidrográficas da Codevasf, Inaldo Guerra, também participa da agenda em Minas.

As famílias beneficiadas com a ação integram doze associações de produtores e passam a ter acesso a tratores, implementos agrícolas, caminhões, pás carregadeiras, retroescavadeiras, tanques de resfriamento de leite, além de caixas d'água, tubos PVC, conjunto motobomba e outros equipamentos que permitirão a implantação de sistemas simplificados de abastecimento de água em comunidades rurais difusas.

“Esses equipamentos vão mudar a vida dos nossos produtores e da nossa comunidade. Estamos muito felizes com esse apoio”, celebrou o presidente da Associação dos Produtores Rurais de Pirapora, José Felício de Jesus.

Presente ao ato na Codevasf, a prefeita de Varzelândia, Valquíria Cardoso, ressaltou a importância da ação especialmente em razão de a falta de chuvas na região já se prolongar por cinco anos. “Esses recursos nos ajudam a minimizar os problemas do povo dos nossos municípios com abastecimento de água e serviços de drenagem”, assinalou a gestora.

De acordo com o superintendente da Codevasf em Minas Gerais, Rodrigo TratoresRodrigues, a previsão de investimentos para este ano com recursos de emendas parlamentares é de R$ 26 milhões. “As emendas ao Orçamento Geral da União se tornaram um instrumento importante de desenvolvimento sustentável”, apontou o superintendente.

Também estiveram presentes à solenidade desta manhã, o secretário adjunto da Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Sedinor), Gustavo Xavier; representantes do Sinpaf/Seção Sindical Codevasf Montes Claros e Assemco (Associação dos empregados da Codevasf); o chefe de gabinete da Codevasf em Minas, Fernando Britto; prefeitos, vereadores e lideranças da região; além de técnicos da Codevasf em Montes Claros.

Repovoamento de barragem

Na tarde desta terça-feira a presidente da Codevasf vai participar da soltura de três mil juvenis de curimatã-pacu na barragem Gorutuba, que é fonte hídrica do projeto público de irrigação Gorutuba. As espécies foram produzidas numa parceria entre os centros integrados de recursos pesqueiros e aquicultura de Gorutuba e de Três Marias, unidades técnico-científicas da Codevasf em Minas.

De acordo com o engenheiro de pesca Maurício Gross, chefe do Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Gorutuba, a ação ambiental visa repovoar e recompor a ictiofauna do rio Gorutuba, uma sub-bacia do rio São Francisco que deságua antes no rio Verde.

“Ao longo do ano, promovemos diversas ações de peixamento como esta visando repovoar não somente a barragem Gorutuba mas também outras barragens da região, como as de Espinosa, Estreito, Francisco Sá, São Domingos, Canabrava, Pedro Jú”, enumera Gross.

A produção média anual do centro de Gorutuba, atualmente, é de 500 mil alevinos - mas uma reforma em curso, que totaliza R$ 5 milhões e vai promover modernização completa da unidade, deve dobrar essa produção, que poderá passar para, pelo menos, 1 milhão de alevinos ao ano.

Ouça os depoimentos citados na matéria:
https://soundcloud.com/codevasf/sets/codevasf-leva-investimentos-ate-municipios-de-minas-gerais

Veja fotografias:
https://www.flickr.com/photos/codevasf/albums/72157676212944683