Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2017 > Codevasf estrutura mais de 14 mil famílias do semiárido mineiro somente este ano
conteúdo

Notícias

Codevasf estrutura mais de 14 mil famílias do semiárido mineiro somente este ano

Mais de 14 mil famílias de trabalhadores rurais de 18 municípios do semiárido de Minas Gerais, região do Alto São Francisco, foram estruturadas nos dois primeiros meses deste ano para melhor poderem conviver com os efeitos da seca prolongada.
última modificação: 20/06/2018 17h35

Investimento nos dois primeiros meses de 2017 já chega a R$ 2,1 milhões; com maquinário, agricultores enfrentam estiagem melhor equipados

Mais de 14 mil famílias de trabalhadores rurais de 18 municípios do semiárido de Minas Gerais, região do Alto São Francisco, foram estruturadas nos dois primeiros meses deste ano para melhor poderem conviver com os efeitos da seca prolongada.

Numa ação da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) elas passaram a ter acesso a kits de equipamentos agrícolas compostos por tratores, carretas, grades aradoras, roçadeiras, distribuidores de calcário, ensiladeiras, plantadeiras, colheitadeiras, e caminhões caçamba, compactador de lixo e com carroceria de madeira.

O investimento foi de R$ 2,5 milhões, recursos do Orçamento Geral da União destinados à Codevasf por emendas parlamentares. A ação visa ao fortalecimento da agricultura familiar no semiárido, permitindo ao produtor rural acesso à infraestrutura adequada para seu desenvolvimento social e econômico – e, com isso, evitar o grande êxodo rural existente nessa região mineira.

De acordo com o presidente da Associação Comunitária Maranduba, no município de Urucuia, Inácio Francisco Rosário Filho, o maquinário mudou a vida não só da sua comunidade mas também de outras quatro que também usam os implementos agrícolas. Ele conta que o trator serve não só para arar a terra para plantio, mas também para puxar o tanque-pipa de água potável que atende às necessidades domésticas de muitas outras comunidades circunvizinhas que sofrem com a falta de água.

São 65 famílias beneficiadas na comunidade Maranduba, mas outras dezenas de famílias moradoras de comunidades vizinhas também têm acesso ao maquinário. “Agora, ao invés de alugar maquinário para plantar em nossas áreas, temos nossas próprias máquinas, tudo ficou mais fácil e mais econômico”, comemora o agricultor familiar.

A comunidade de Maranduba tem sua economia baseada na pecuária leiteira e na produção de milho, mandioca para farinha, feijão, arroz e outros produtos agrícolas que têm como mercado consumidor a população urbana de Urucuia.

Rodrigo Rodrigues, superintendente da Codevasf em Minas Gerais, disse que até o final deste ano espera entregar centenas desses kits agrícolas para diversas comunidades rurais mineiras.

“Esta é uma forma de a Companhia proporcionar melhores condições e qualidade de vida a milhares de pessoas que vivem na área rural, propiciando a que elas tenham um aumento significativo da área cultivada e, consequentemente, aumento da renda, o que reduz a desigualdade e a pobreza no meio rural”, assinala Rodrigues.

De acordo com Kelly Teodoro, técnica da Codevasf em Minas responsável por acompanhar a ação, numa região onde a produção agrícola familiar é a base da economia local, o maquinário, se torna fundamental não só para o plantio, colheita e transporte do excesso da produção para mercado consumidor, mas também dá ao produtor a oportunidade de realizar o preparo do solo em tempo hábil de aproveitar o curto período das chuvas.

Fotos ilustrativas podem ser acessadas aqui: https://www.flickr.com/photos/codevasf/albums/72157633162281617

Ouça notícias da Codevasf:

https://soundcloud.com/codevasf