Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2017 > Codevasf apresenta ações de irrigação para grupo de professores e alunos americanos
conteúdo

Notícias

Codevasf apresenta ações de irrigação para grupo de professores e alunos americanos

Um grupo de estudantes do Hawkeye Community College, situado no estado de Iowa, no oeste dos Estados Unidos, esteve, na tarde desta sexta-feira (10), na sede da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), em Brasília, para conhecer ações desenvolvidas pela empresa, com destaque para a área de irrigação. Representantes da instituição americana já haviam visitado a Codevasf há três anos, quando assistiram a uma apresentação a respeito da atuação da Companhia.
publicado: 13/03/2017 20h04, última modificação: 20/06/2018 17h35

Um grupo de estudantes do Hawkeye Community College, situado no estado de Iowa, no oeste dos Estados Unidos, esteve, na tarde desta sexta-feira (10), na sede da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), em Brasília, para conhecer ações desenvolvidas pela empresa, com destaque para a área de irrigação. Representantes da instituição americana já haviam visitado a Codevasf há três anos, quando assistiram a uma apresentação a respeito da atuação da Companhia.

A iniciativa dessa visita partiu do professor José Márcio Carvalho, do Departamento de Administração da Universidade de Brasília (UnB), dentro de um intercâmbio do Hawkeye Community College com a Universidade Federal de Goiás (UFG).

Segundo Carvalho, o objetivo geral da visita dos estudantes ao Brasil é conhecer in loco detalhes do agronegócio. Na Codevasf, a intenção foi, entre outras, saber mais a respeito do tipo de agricultura praticada no semiárido, como os modelos de irrigação e as culturas praticadas, para comparar com a agricultura praticada em Iowa – região que não sofre com a escassez de água.

“Trata-se de um programa educacional que visa, a longo prazo, atrair a atenção da comunidade acadêmica dos Estados Unidos para o agronegócio brasileiro, a fim de conseguir mais investimentos na realidade nacional”, aponta o professor da UnB.

O gerente de Meio Ambiente da Codevasf, Sérgio Henrique Alves, conduziu a apresentação das principais iniciativas da empresa – como a agricultura irrigada, os arranjos produtivos locais (APLs), os projetos de infraestrutura hídrica e o Projeto de Integração do Rio São Francisco com as Bacias do Nordeste Setentrional (PISF) – e destacou as ações da Companhia na área de revitalização. “A fim de garantir água em quantidade e qualidade para executar essas e outras iniciativas, a Codevasf e o governo federal desenvolvem uma série de ações de revitalização nas bacias”, pontuou.

O assessor da Presidência Athadeu Ferreira, representando a presidente da Codevasf, Kênia Marcelino, agradeceu a presença dos professores e estudantes americanos e ressaltou a importância desses intercâmbios. “Ninguém trabalha em circuito fechado. A Codevasf precisa e busca manter cooperações com outras instituições nacionais e internacionais”, disse.

No que se refere à irrigação, Athadeu destacou que os projetos de irrigação da Codevasf seguem princípios técnicos, baseados na física do solo, na classificação do solo, na climatologia etc. “De acordo com a capacidade do produtor nós aperfeiçoamos a tecnologia. O que pode limitar é o fator financeiro”, explicou. 

Também participaram do encontro Andrea Rachel Sousa (AI/GAP), Marco Antônio Pedra (AI), Raquel Pedroso Neiva (AR/GMA/UGA), entre outros técnicos da Codevasf.

Veja fotografias: https://www.flickr.com/photos/codevasf/albums/72157681386359755