conteúdo

Censo do Projeto Público de Irrigação Maniçoba

por Valeria Rosa Lopes publicado 28/01/2021 12h39, última modificação 28/01/2021 12h39

O Projeto Público de Irrigação Maniçoba já completou 40 anos de funcionamento e está entre um dos projetos que mais se destaca na produção de manga e uva dentro dos projetos de irrigação da Codevasf.

Por sua vez, o Distrito de Irrigação do Perímetro de Maniçoba (DIM) é um dos distritos que mais evoluíram na gestão nos últimos anos e recentemente teve mais uma iniciativa inovadora na sua administração: a elaboração de um censo dentro do projeto.

O censo foi realizado por cinco Técnicos Agrícolas que compõem a equipe de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) contratada pelo DIM. Todos os irrigantes do projeto responderam ao questionário semiestruturado, contendo dez questões, elaborado pela equipe. O questionário foi aplicado entre os dias 21 de setembro e 14 de outubro de 2020 e após as entrevistas os dados foram tabulados e apresentados em gráficos em um relatório sintético.

Entre algumas informações levantadas algumas merecem destaque como o número de empregos gerados pelo projeto, que somou 49.565, entre empregos diretos e indiretos. A resposta para a alta geração de empregos está na necessidade de contratar mão de obra externa, pois 85,6% dos produtores não possuem trator próprio e precisam desse serviço em suas propriedades. Além disso, frutas como uva e manga precisam de uma grande quantidade de mão de obra para os tratos culturais e colheitas, o que aumenta de forma significativa o número empregos nessas culturas. Este é um resultado não só econômico como social pois evidencia a importância do projeto na geração de empregos das comunidades locais.

Outra informação que destacamos neste censo é que 80,56% dos irrigantes utiliza seus próprios recursos para investimento, o que mostra uma baixa dependência de financiamento e alta eficiência financeira dos irrigantes.

O projeto ainda tem como característica a necessidade de melhoria do sistema de irrigação, que embora seja 57,46% de irrigação localizada, ainda possui 42,54 % de irrigação por sulco.
dim_bip.jpgMas qual a utilidade de um censo, já que leva tempo para ser elaborado e precisa de investimento? A resposta é simples! Um bom diagnóstico gera informações relevantes da atual estrutura econômica e social do projeto e ajuda os gestores a elencar ações prioritárias para melhorar o seu desempenho. Um exemplo no diagnóstico de Maniçoba é o tipo de sistema de irrigação, que pode ser substituído por um sistema mais eficiente e trazer economia de água e energia para o distrito, reduzindo a tarifa K2.

Além destas análises outras podem ser feitas e, com base nelas, planejar e promover ações para a melhoria da gestão do projeto. Além disso, o censo é uma importante ferramenta para verificar se o desempenho do projeto está melhorando ao longo do tempo!