Document Actions
Codevasf discute revitalização dos rios maranhenses

Codevasf discute revitalização dos rios maranhenses

As principais ações promovidas pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) nas bacias dos rios Parnaíba, Itapecuru e Mearim serão apresentadas no seminário “Revitalização dos Rios Maranhenses e Suas Nascentes”, que ocorre neste sábado (25), em Imperatriz (MA). O evento faz parte da “Semana de Revitalização dos Rios”, que está sendo realizada em São Luís com a participação da empresa. O objetivo é discutir e fomentar políticas públicas que possibilitem revigorar as bacias hidrográficas do Maranhão. A iniciativa faz parte do programa SOS Águas do Maranhão.

A apresentação das ações da Codevasf nas bacias dos rios Parnaíba, Itapecuru e Mearim será feita pela analista em desenvolvimento regional da Codevasf no Maranhão Arielle Monteiro. As informações vão ajudar a traçar estratégias de políticas públicas para a recuperação dos rios maranhenses em razão da preocupante situação em que se encontram. Entre os problemas enfrentados, estão despejo de esgoto sem o devido tratamento, perda de volume da água, assoreamento, poluição, além de outros danos causados não somente por desgastes naturais, mas, sobretudo, pela ação do homem.

“Mesmo sendo um estado muito rico em água, a ação humana tem degradado os mananciais e ocasionado a morte de muitos rios. Uma gestão sustentável dos recursos hídricos é fundamental para importantes bacias como as dos rios Parnaíba, Itapecuru, Mearim, Pindaré, Grajaú, Munim e Balsas. O seminário de revitalização busca sensibilizar a sociedade para a criação de mecanismos que permitam coibir a degradação e revitalizar os rios maranhenses”, comenta o superintendente regional da Codevasf no Maranhão, Jones Braga.

Entre as ações de revitalização da Codevasf no Maranhão, destacam-se dois convênios assinados com a Universidade Estadual do Maranhão (Uema), totalizando um investimento de R$ 5 milhões. Um deles, no valor de R$ 1,5 milhão, resultará na elaboração do Plano de Recursos Hídricos da Bacia do Itapecuru; o outro tem valor de R$ 3,5 milhões e prevê a construção de uma Estação de Monitoramento de Águas na Bacia do Itapecuru e a aquisição de equipamentos para a estação.

O seminário “Revitalização dos Rios Maranhenses e Suas Nascentes” já foi realizado em outros cinco municípios do estado: São Luís, Pedreiras, Caxias, Grajaú e Balsas.

Fotografias:

https://www.flickr.com/photos/codevasf/sets/72157683058310784


atualizado em 24/11/2017 17:33